Capacetes SHIRO desembarcam no mercado nacional e estreiam no Rally dos Sertões

69
Foto: (Renato Durães)
- Anúncio -

A marca espanhola de capacetes é representada no Brasil pela TWP, do empresário e piloto de Alphaville Marcos Finato. O produto já pode ser encontrado de Norte a Sul do país

Os capacetes espanhóis SHIRO Helmets chegaram ao mercado nacional pelas mãos da empresa TWP, que na noite da última quarta-feira (7), anunciou oficialmente, em São Paulo, os seus produtos, os planos de expansão e os nove pilotos da categoria motos apoiados pela marca, que estarão no grid do Rally dos Sertões, a partir da próxima semana,  entre eles: o pentacampeão da competição José Hélio Rodrigues (Zé Hélio) e o campeão Tiago Fantozzi. A SHIRO Brasil já apoia alguns pilotos também no Motovelocidade e no Enduro.

Estavam presentes na ocasião os três sócios da TWP, Marcos Finato (diretor executivo), Théo Lopes (diretor comercial) e Luciana Barreto (diretora administrativa). Entre os pilotos de Rali estavam Tiago Fantozzi, Fabrício Bianchini, Elias Folly, Luiz Fernando Nutti, Josemar Ferro, André Cheron e André Marcontes, os de Motovelocidade que competem no SuperBike Brasil, Edson Mamute e Rafael Rigueiro e, de Enduro, Nielson Bueno e Maurício Fernandes.

Pilotos do off-road nacional prestigiaram em peso a SHIRO (Renato Durães)

“O mercado brasileiro é muito crescente em relação a capacetes para motociclistas, com isso se torna muito promissor, além de ser bem aberto para novos formatos de negócio”, aposta Lopes, diretor comercial da empresa. “A intenção é oferecer um atendimento inovador ao mercado de duas rodas, utilizando modernas tecnologias no que diz respeito à venda, faturamento, armazenamento e logística”, completa.

Por enquanto está sendo comercializado apenas o modelo de uso urbano, o SH-881, disponível em mais de 20 grafismos. Trata-se do capacete da SHIRO mais vendido do mundo, devido a suas excelentes características e ao seu preço competitivo. Vale destacar que o principal atrativo dos capacetes SHIRO é o peso. “O SH-881 é o modelo que oferece o melhor custo-benefício do mercado de capacetes para uso urbano. Quanto ao peso, os usados nas competições por serem produzidos em composto de carbono pesam 1,150gr. (MX-917 usados pelos pilotos de Rali e Enduro) e 1,250gr. (SH-336 usado nas pistas no Motovelocidade)”, afirma.

A atuação da SHIRO Brasil se dá por meio de lojas selecionadas no mercado, tanto físicas quanto online, como também por meio de televendas. Paralelamente, a marca conta com uma equipe de representantes comercias nas cinco regiões, de Norte a Sul do país, que já atinge 17 estados mais o Distrito Federal. A intenção é ter até o final de 2018 representantes em todos os estados e, ainda, estar presente na maioria dos pontos de vendas do setor.

Competições – Desde o início da temporada, a SHIRO Brasil apoia dois pilotos no maior Campeonato de Motovelocidade das Américas, o SuperBike Brasil. Edson Mamute #99 e Rafael Rigueiro #52 estão usando o modelo SH-336, produzido em composto de carbono, com viseira de curvatura única e trava de segurança, além de forro removível.

Das pistas para terra, a SHIRO Brasil acaba de anunciar sua estreia no Rally dos Sertões, a maior prova off-road do país e o segundo maior rali do mundo. Na 26ª edição, que acontecerá de 18 a 25 de agosto, a marca apoiará nove pilotos: o pentacampeão da competição (1999, 2003, 2007, 2008 e 2009) Zé Hélio, e Tiago Fantozzi, que tem um título (2001). Além deles, os capacetes da marca estarão com Elias Folly, Neto Malassise, Dimas Barreira, Josemar Ferro, Luiz Fernando Nutti, Andrés Marcondes e André Cheron. Todos estarão com o modelo MX-917, de composto de carbono, forro interno removível, antialérgico e lavável e com sistema de retenção Duplo D.

O mesmo modelo, que será usado pelos competidores no Rally dos Sertões, já está na cabeça de dois pilotos de Enduro, Maurício Fernandes e Nielsen Bueno, no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. Ambos os modelos, tanto o da pista quanto o do off-road, estarão disponíveis para venda em território nacional, a partir de 2019.

SHIRO Brasil – Representada pela TWP, a SHIRO Brasil, nasceu a partir de uma conversa informal entre dois amigos apaixonados por motos e off-road. A intenção era oferecer um produto de design inovador e de qualidade. Então que decidiram trazer a marca espanhola de capacetes SHIRO Helmets para o mercado nacional. A frota de motocicletas no país já ultrapassa 26 milhões de unidades, de acordo com a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) e, por aí, deduzir também que um item obrigatório como o capacete tenha um mercado promissor. A empresa foi constituída em fevereiro de 2017, mas apresentada ao mercado em novembro do mesmo ano, durante o Salão de Duas Rodas. Aliou-se a experiência de Marcos Finato em gerir grandes negócios, aos 20 anos de Théo Lopes no mercado de duas rodas e a vasta expertise de Luciana Barreto no setor de Relações Internacionais, também no segmento.

Tradição e excelência – A SHIRO foi fundada há 25 anos por Antonio Tomás, na região de Múrcia, na Espanha, onde está localizada a sede da montadora. Atualmente está presente em mais de 70 países. Além de fabricar capacetes de tecnologia inovadora, a SHIRO trabalha, ainda, com uma linha de acessórios para motociclistas e pilotos como óculos, luvas e intercomunicadores, entre outros. Aprovada por pilotos campeões europeus, a marca patrocina competidores no Campeonato Mundial de Motovelocidade, na categoria Moto3 e no Campeonato Mundial de Motocross. Assim, utiliza a tecnologia adquirida nas pistas e no off-road nos mais inovadores projetos do mercado.

Assessoria de Imprensa SHIRO Brasil
MSuzuki Comunicação

- Anúncio -