Kartismo: The Heart Racing fecha campeonato neste sábado em Interlagos (SP)

32
Disputa final do THR será em Interlagos (Foto: Pedro Bragança/Click Pix Kart)
- Anúncio -

Alberto Otazú (Gold) e Rodrigo Luchiari (Silver) são os líderes.
Fábio Nakiri (Strong) já é campeão

O campeonato The Heart Racing encerra sua temporada neste sábado (08/12) com a disputa da sexta e última etapa no Kartódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo (SP). Na principal categoria (Gold) Alberto Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Baterias Tudor/Mundo Koi/AVSP/ No Fire Services/Rolley Ball) é o líder, na Silver a liderança é de Rodrigo Luchiari, enquanto que na Strong Fábio Nakiri assegurou o título na rodada anterior.

“Na história do THR, nunca uma final foi tão equilibrada, com três pilotos tão juntos, separados por apenas dois pontos, e com vários outros em condições de ser campeão. Está tudo em aberto, quem ganhar esta prova leva o título”, constata Márcio Simão, fundador e administrador do The Heart Racing.

Certame disputado semestralmente, o The Heart Racing terá pontuação dobrada para esta sexta rodada e com 63 pontos em jogo – 62 pontos pela vitória e um pela volta mais rápida -, qualquer um dos 20 pilotos do THR Gold pode se sagrar campeão. Os cinco com maiores chances por terem vencido pelo menos uma etapa são Alberto Otazú, com 92 pontos, Bruno Rodrigues e Flavio Alves, empatados com 90, Paulo Sant’Anna, com 88,5, e Fábio Nakiri, com 78,5 pontos.

“O THR foi um dos dois campeonatos que dei prioridade nesta temporada, e vou me esforçar para vencê-lo. O que me anima é o fato de ter vencido a etapa anterior, em Paulínia, assumindo a liderança. Mas não será fácil, pois tenho fortes concorrentes e teremos muitos pontos em jogo”, avisa o líder Alberto Otazú.

Entre os pilotos da Silver, os 14 primeiros têm chance matemática de garantir o título da categoria. Mas as maiores possibilidades ficam com os três primeiros, com Rodrigo Luchiari liderando com 84,5 pontos, seguido de seu irmão Júlio Luchiari, com 83, e de Marcos Paulo Fish, com 78 pontos. Mas muita coisa pode acontecer com 63 pontos em disputa.

A categoria Strong, que é disputada anualmente com 12 etapas, Fábio Nakiri garantiu o título por antecipação, depois de vencer nove corridas.  Nesta modalidade para pilotos lastreados em 110 quilos, o campeão Nakiri soma 201 pontos, e quem briga pelo vice-campeonato são Danilo Zampol, com 159, Mario Ibarra, com 134, Vilson Pugliessa, com 130,5, Cláudio Pugliessa, com 128,5, Marcelo Brasil, com 128, e Marcelo Munhoz, com 126 pontos.

Depois da penúltima etapa, a categoria Gold do THR Kart está assim: 1) Alberto Otazú, 92 pontos; 2) Bruno Rodrigues e Flavio Alves, 90; 4) Paulo Sant’Anna, 88,5; 5) Fábio Nakiri, 78,5; 6) André Cunha, 67; 7) Kleber Barbarotti, 64,5; 8) Danilo Zampol, 54,5; 9) Flávio Pussetti, 49; 10) Marcel Munhoz, 47,5.

Depois da penúltima etapa, a categoria Silver do THR Kart está assim: 1) Rodrigo Luchiari, 84,5 pontos; 2) Júlio Luchiari, 83; 3) Marcos Paulo Fish, 78; 4) Carlão Grisanti, 65,5; 5) Gerson Roschel, 61; 6) Gustavo Lofrano, 60,5; 7) Marcelo Brasil, 58,5; 8) Xandó, 52,5; 9) Rodrigo Kesper, 49,5; 10) Marcos Doi, 47,5.

Depois da penúltima etapa, a categoria Strong do THR Kart está assim: 1) Fábio Nakiri, 201; Danilo Zampol, 159; 3) Mario Ibarra, 134; 4) Vilson Pugliessa, 130,5; 5) Cláudio Pugliessa, 128,5; 6) Marcelo Brasil, 128; 7) Marcelo Munhoz, 126; 8) Pedro Marques, 91,5; 9) Eugênio Neto, 86; 10) Alexandre de Laura, 66,5.

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here