Verborrágica

240
- Anúncio -
Katia Saules
Katia Saules – Atriz, formada em Artes Cênicas, escritora, critica de artes e colaboradora do site Na Pauta Online.
Esta coluna vai ao ar todas as quartas-feiras.

A estimada e saudosa atriz Inês Galvão retorna aos palcos com uma deliciosa comédia, comemorando significativamente seus 30 anos de carreira.

Em excelente forma, Inês segura muito bem um monólogo, que ao meu ver é talvez um dos maiores desafios para um ator, e mostra que voltou com força total.

Muito bem dirigida pelo talentoso Marcio Azevedo, que sabe colocar cada vírgula em seu devido lugar, ela nos brinda em nova fase com ótimo texto de Márcio e Laís Mendes Pimentel.

Em cena vimos bons encontros acontecerem, de forma leve, descontraída, a personagem vai passeando e revisitando lugares e sentimentos já vividos, trazendo-os de volta com muito humor.

“Não queria ser comediante, desde a escola de teatro…mas quando eu começava a falar, as pessoas começavam a rir”, diz Inês, que além de bem humorada também é deveras simpática. Seu carisma ultrapassa qualquer ‘quarta parede’ e chega até seu público que a recebe carinhosamente.

No papel de Cândida, Inês confessa segredos, conta histórias, diverte, faz rir e faz chorar. Sim, temos momentos de emoção na peça, vale pontuar, quando a filha tem uma conversa honesta com a mãe e pede colo.

Uma peça que fala de amor, de compaixão, de perdão, de amizade, e nos faz repensar valores e amores. Além de matarmos as saudades de Inês interpretando e falando como nunca: Verborrágica!

Com um cenário bem interessante de José Carlos Vieira, que dialoga bem com o figurino, muito apropriado de Anderson Ferreira, Iluminação precisa de Bathista Freire, trilha sonora imprescindível do cuidadoso Márcio Azevedo e uma produção luxo dos incríveis e comprometidos Rafael Carretero e Adriana Gusmão, ‘VERBORRÁGICA’ terá vida longa e ainda ‘dará muito o que falar’ com toda certeza.

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here