Tsunami faz 43 mortos e 582 feridos na Indonésia

223
- Anúncio -
Paula Tooths
Paula Tooths – Jornalista, produtora de TV e escritora, autora de quatro títulos publicados no Reino Unido e repórter do Na Pauta Online – USA

Morreram pelo menos 43 pessoas no estreito de Sunda, na Indonésia, depois de um tsunami na noite deste sábado. Há pelo menos 582 feridos. Ainda, 430 casas e nove hotéis sofreram estragos.

As autoridades da Indonésia suspeitam que a causa direta deste desastre natural sejam deslizamentos de terra subaquática causados diretamente pela recente erupção do vulcão Krakatoa.

De acordo com as autoridades geológicas locais, o vulcão esteve em erupção durante mais de 2 minutos.

As vítimas mortais que até agora foram registadas encontram-se em três regiões: Pandeglang, Lampung do Sul e Serang.

O tsunami que matou pelo menos 43 pessoas aconteceu às 4h30 (horario local), entre o segundo e terceiro sismo desta sábado.

Porém, as autoridades da Indonésia têm insistido que estes sismos não estão na origem do tsunami, garantindo que este foi mesmo causado pela erupção do vulcão Krakatoa.

Em outubro deste ano um terremoto de intensidade 5,7 na escala de Richter já tinha resultado na morte de mais de 2 mil pessoas na Indonésia.

O vulcão Krakatoa fica na ilha vulcânica com o mesmo nome entre Java e Sumatra, na província de Lampung. O nome também é usado para o grupo de pequenas ilhotas à volta que são os restos de uma ilha muito maior de três picos vulcânicos que foi destruída numa erupção catastrófica de 1883.

Em 1927, uma nova ilha, a Anak Krakatau, emergiu da caldeira formada em 1883 e é onde se localiza agora a principal atividade eruptiva. A formação já possui mais de 324 metros de altura, sendo que a cada ano aumenta aproximadamente 5 metros.

No dia 26 de agosto de 1883, aconteceu a segunda erupção vulcânica mais fatal da História e a 6ª maior erupção do mundo numa ilha maior que se partiu em várias, entre elas agora a da Krakatoa. A sucessão de explosões durou um dia e fez mais de mais de 36 mil mortos.

A explosão atirou pedras a 27 km de altitude e o som da grande última explosão terá sido ouvida a cinco mil kms, na ilha de Rodrigues. Os habitantes chegaram a pensar que estariam perante uma batalha naval.

Outros relatos de pessoas que ouviram os fortes estrondos num raio de 15 km de distância, tendo mesmo ficado com problemas de audição. O barulho chegou também até à Austrália, Filipinas e Índia.

A maioria das vítimas foi morta pelo tsunami que então também se formou e não pela erupção que destruiu dois terços da ilha. As ondas atravessaram todo o oceano Índico, e o Pacífico chegando à costa oeste dos EUA e à América do Sul e até no canal da Mancha. Além da grande destruição, levaram para a costa blocos de corais de até 600 toneladas.

As ondas do tsunami foram sentidas até Liverpool, na Inglaterra, em alguns territórios de África e no Canadá.

De acordo com registos climáticos e estudos recentes estudos, a temperatura global do planeta baixou 1 ºC por causa da grande quantidade de gases e partículas que foram lançados na atmosfera.

- Anúncio -