Jericoacoara o paraíso do Ceara!

- Anúncio -
Paula de Abreu
Paula de Abreu – Editora de moda, designer, fashionista formada pela Polimoda Firenze e colaboradora do site Na Pauta Online – SP

Conhecida também como Jeri, meta turística de muitos brasileiros nos últimos anos, principalmente no Réveillon, antes dominada mais por estrangeiros.

E se o que “dificultava” um pouco o turismo em Jeri, era a forma de se chegar lá, seus problemas acabaram. Pois com a abertura do aeroporto de Jericoacoara em Junho de 2017,  não há mais desculpas para não ir a esse paraíso uma vila em num parque nacional, entre dunas no Ceará.

Muitas dunas, lagoas, praias

Em Jericoacoara, tem bastante coisa para se fazer por lá. então, para conseguir aproveitar bastante o destino, ao planejar sua viagem, procure ficar no mínimo 4 noites.

Jeri é um destino de pé na areia, alto astral, com clima propício para relaxar, se seu objetivo é ter férias sem pressa, esse é o melhor destino para sair da viagem renovado.

Duna do Por do Sol no seu primeiro dia em Jeri, nada melhor que conhecer logo de cara um dos seus maiores cartões postais, a Duna do Por do Sol, bem próxima da vila.

Depois do por do sol, passe em uma das agencias para reservar os passeios de buggy. Vale reservar os dois básicos: o passeio do Lado Leste e o do Lado Oeste.Assim já tem programa para os dois próximos dias.

Passeio de buggy lado leste é o  básico para se fazer você visita alguma das atrações mais famosas de Jeri, como a Pedra Furada, Lagoa do Paraíso, Árvore da Preguiça e Praia do Preá (famosa pela prática de kitesurf). Para quem tem poucos dias em Jeri, se tiver que escolher um passeio para fazer, vale fazer especialmente esse. Ele dura o dia todo, saindo pela manhã e voltando no final de tarde.

Passeio de buggy lado oeste o segundo mais essencial do destino, na minha opinião, o mais bonito. É um dos pontos altos da viagem aqui você conhece atrações um pouco menos famosas, mas vê paisagens maravilhosas, da para fazer atividades como andar de buggy ou quadricículo pelas imensas dunas do Parque Nacional, além de ver lindas lagoas na época pós chuvas.Também nesse passeio se conhece Mangue Seco, a Lagoa Grande (hoje a lagoa mais cheia e bonita de Jericoacoara), além do povoado de Tatajuba, que desapareceu e foi totalmente encoberto pelas dunas.

O passeio pelo lado oeste dura também o dia todo, saindo pela manhã de Jeri e voltando a tarde.

Praia da Malhada Pedra Furada e vida noturna de Jericoacoara

Depois de fazer os passeios básicos, chegou a hora de curtir com mais calma e tempo a vila de Jericoacoara e seus arredores mais próximos.

A Praia da Malhada, do lado direito da praia é uma boa surpresa, pois durante a maré baixa possui bonitas e grandes piscinas naturais. Dá para ir andando tranquilamente desde a a dica e’ ir durante a maré baixa, para conseguir aproveitar as piscinas naturais.

A partir da Praia da Malhada também existe uma linda trilha para a Pedra Furada. Dependendo da maré ela pode ser mais ou menos cansativa, (mas vale muito a pena) tem paisagens e praias lindas, praticamente vazias.

Praia do Preá é linda e mais tranquila, em Jijoca de Jericoacoara da para a lagoa do Paraíso, e ainda fazer aulas de kitesurf ou Wind surf.

Praia de Jericoacoara, depois de conhecer os arredores, separe um, dois dia para curtir a própria Praia de Jericoacoara. A beleza da praia está na maré, que possibilita diferentes cenários, durante a baixa e a alta. Na baixa, especialmente, é quando fica mais bonita, com seu formato em curva mais evidenciado.

O lado esquerdo da praia tende a ser o mais vazio e o direito onde a maioria das pessoas fazem aulas de Wind surf, especialmente pelo Club dos Ventos, um clube de praia com ótima infra estrutura, seja para praticar esportes, seja para curtir o sol com conforto.

Outras dicas:

Em Fortaleza pode fazer também a rota das emoções, que inclui na mesma viagem Jericoacoara, Lençóis Maranhenses e Delta do Parnaíba. Em qualquer um dos casos, uma boa dica é sair ainda de manhã de Jeri, para conseguir aproveitar um pouco ainda no mesmo dia o próximo destino, já que Jericoacoara está bem distante.

A rota das emoções é uma viagem feita essencialmente por carros 4×4 e através de agências específicas. Não é recomendado fazer sozinho devido aos trajetos, muitas vezes em estradas e caminhos pela areia que estão sempre mudando.

Em Jeri, há diversas que vendem esse pacote. É uma viagem linda mas puxada, geralmente feita de 6 a 12 dias.

Diversão e comer

A noite, vale experimentar alguns dos ótimos bares e restaurantes em Jericoacoara.

Vale curtir a animada vida noturna de Jericoacoara. Além dos restaurantes, há muitos bares, luais e forró, durante todos os dias da semana! O forró mais famoso é no restaurante Dona Amélia, com banda ao vivo quartas e sábados.

Na praça central de Jeri também é fácil encontrar bares com musica ao vivo, sendo um dos mais animados o SambaRock. É comum ter também festas ao estilo lual na Praia da Malhada.

Todos os dias tem alguma festa, não importa a época do ano! Para saber a festa principal no dia da sua viagem, pergunte na recepção do seu hotel/pousada. É comum também pessoas darem flyers pela cidade, na praia.

Outro bar de praia para curtir o Bar do Alexandre, mais simples que o Club dos Ventos, mas com boa variedade e qualidade de comida, bebida, mesas, cadeiras e espreguiçadeiras. Em ambos os lugares só se paga o que consome.

Para quem ficar com fome após tanta festança, a Padaria Santo Antônio é famosa por abrir somente das 2h até as 5h da manhã, servindo pãezinhos recheados para os baladeiros.    ​#maravilhosos

Como chegar em Jericoacoara:

Pode se chegar em Jericoacoara de quatro maneiras: de ônibus, de carro, de helicóptero e de avião.

Jeri está a 300km da capital Fortaleza, acesso melhorou muito nos últimos anos, com o primeiro trecho da viagem, e maior, de estrada pavimentada em ótimas condições, grande parte duplicada.

Chegando em Jijoca de Jericoacoara, começa um segundo trecho com paralelepípedos até o Parque Nacional de Jericoacoara, com dunas, que leva até a vila de Jeri. Exatamente: uma parte do caminho até Jeri é feito pela areia.

Isso, que pode ser visto como um empecilho para muitos, faz parte da graça e charme do local, tendo ajudado a preservar o destino e clima mais isolado de Jeri.

Melhor época para visitar:

Jeri tem basicamente duas estações: o “verão”, de Julho a Janeiro, que traz a temporada dos ventos (motivo da vinda de milhares visitantes que encontraram condições ideais para o kite e Wind surf na região) e o “inverno”, de Fevereiro a Junho, com a temporada de chuvas.

Onde se hospedar:

Opções de hotéis e pousadas na frente da praia são as mais caras. Para quem quer fazer uma viagem romântica, estilo lua de mel, ou mesmo ter uma estadia mais tranquila e refinada, ficar num hotel na frente da Praia de Jericoacoara, com vista para a Duna do Por do Sol, é a localização ideal.

Alguns deles: Vila Kalango, My Blue Hotel, Casa na Praia, Casa de Areia e a incrível Pousada Jeribá, que junto com o Essenza

Hotéis e pousadas no centro da vila um bem legal é a Pousada Pescador, com um design muito legal, lembrando a casa de um pescador, com muito estilo.

Outras opções no centro, mas mais longe da praia são a Pousada Carcará, Pousada La Vie Jeri, Pousada Carioca, Pousada o Refúgio, Pousada Surfing Jeri e Pousada Ibirapuera.

Depois dessas dicas #partiujeri

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here