Sylvia

Divulgação
Katia Saules
Katia Saules – Atriz, formada em Artes Cênicas, escritora, critica de artes e colaboradora do site Na Pauta Online – RJ, Esta coluna vai ao ar todas as quartas-feiras.

Com quase 15 anos de sua estreia no off Broadway, Sylvia que foi interpretada pela magnífica Sarah Jessica Parker, ganha versão nacional pela cuidadosa interpretação de Simone Zucato, que também é tradutora do espetáculo.

Em tempos em que os pets tomam conta do pedaço, a comédia romântica é um verdadeiro deleite para os donos do melhor amigo do homem.

Com a excelente direção de Gustavo Wabner, a peça é um tanto quanto sedutora, embora a história em si seja simples.

A peça mostra exatamente o que acontece com os animais, desde o momento de marcação do território, até a descoberta da castração, do primeiro cio, passagens divertidas que nos remetem aos animais de estimação que tivemos na infância…

Greg, interpretado por Alexandre Dantas e Kate, vivida pela ótima Claudia Ventura formam o casal em crise, vivendo a tal síndrome do ninho vazio, e neste intervalo é que entra a doce e amorosa cachorrinha.

Sylvia é tão verdadeira que não há distinção da atriz/personagem, a imagem é uma só, o animal e seu amor incondicional. A atriz consegue essa neutralidade, para que de fato vejamos ali uma linda cadelinha, já o ator que faz seu ‘dono’, sugere algo a mais, tem olhares que nos induzem a acreditar que o que sente vai além do amor por um bichinho… tornando dúbias algumas das cenas.

O grande destaque vai, sem dúvida alguma, para o maravilhoso Rodrigo Fagundes, que assume três díspares personagens na peça, conseguindo arrancar numerosas gargalhadas de uma plateia atenta e sensível.

O cenário de Camila Schimtz é bem charmoso e funcional, dialogando muito bem com os perfeitos figurinos de Marcelo Marques. Tudo sob a impecável iluminação de Wagner Freire.

Sylvia é uma grata surpresa e uma ode para os criadores desses amáveis animais de estimação. Um bonito e singelo espetáculo que faz rir, faz pensar e principalmente faz diminuir as diferenças e elucida a se criar vínculos.

1 COMENTÁRIO

  1. Tive a oportunidade de assistir essa peça e a crítica da Kátia expressa muito bem o espetáculo.
    Minha reverência ao trabalho teatral e minha salva de palmas a essa coluna!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here