Estilo não sabe idade

Paula de Abreu
Paula de Abreu – Editora de moda, designer, fashionista formada pela Polimoda Firenze e colaboradora do site Na Pauta Online.
Esta coluna é publicada todas as segundas-feiras

Over 40, 50, 60… não há limite de idade quando se trata de estilo.

Um guarda-roupa versátil construído com peças-chave que podem ser usadas repetidas vezes. Ao longo dos anos temos as ferramentas de moda que você pode usar e aplicar de uma maneira muito prática.

Mulheres que continuam a aparecer e a sentirem-se bonitas à medida que envelhecem. A beleza é eterna quando usada com um ar de confiança.

 “Pra ter estilo você precisa saber quem você é”  Iris Apfe

Você pode encontrar moda focada em cada geração a forma como nos vestimos é uma forma de expressar a nossa personalidade e brilhar: Acho que as pessoas deveriam se expressar mais, não só pelo o que está na moda.

Alguns looks podem ser muito bonitos e vestir você perfeitamente, mas tenho certeza que não veste todo mundo da mesma maneira.

Invista em peças clássicas de boa qualidade: camisas brancas, calça clássicas na cor preta, bege, com ou sem pregas, blazer azul noite ou preto, também podendo optar por um blazer com manga 3/4, casaco comprido na cor camel ou preto e algumas pecas avulsas e acessórios de moda da estação que sejam coordenáveis entre si.

Realce sua feminilidade e crie efeito que afine a sua silhueta usando decotes em “U” ou em “V”, valorizando o colo com um bonito colar ou lenço de seda.

As mangas melhor 3/4 ou compridas pois estas mostram a parte mais fina do braço. 

Cores intemporais são as cores que nunca passam de moda e que são sempre uma boa opção, são as nude, camel, terra, cinza, alem disso são coordenáveis com variadíssimas cores como o castanhos, azuis, vermelhos, amarelos, pretos ou brancos. Estas cores neutras são intemporais e adaptam-se a vários estilos, deixando mais elegante.

Parece que alguns designers de moda também estão reconhecendo a influência potencial de mulheres maduras e que a moda de mais de 50 anos é um mercado que eles não podem ignorar.

Recentemente, durante a London Fashion Week, a designer Simone Rocha apresentou um elenco de três gerações em sua passarela. Em Nova York, The Row incluiu modelos com 40 / 50 anos, assim como Michael Kors. Não é de admirar que tantas mulheres inteligentes tenham ocupado mais de 50 bastões de moda e criado blogs que rivalizam com a popularidade dos fashionistas de 20 e 30 anos.

Adut Akech, a refugiada sudanesa que se tornou o novo rosto da Chanel. 

Quanto aqueles que testemunham de perto essa realidade tão dolorosa tem uma segunda chance de viver e fazer outras belas memorias e experiencias.

Felizmente, vez ou outra, aparecem algumas histórias que nos lembram de que mesmo na pior das situações, algo bom pode surgir.

Uma histórias inspiradoras, o caso de Adut Akech a refugiada sudanesa que se tornou o novo rosto da grande grife francesa Chanel.

Akech nasceu em Kakuma, um campo de refugiados e teve uma vida muito difícil, enfrentando muitas dificuldades com sua família. Depois de Kakuma, Akech e sua família foram para muitos outros campos, até que chegaram em um campo localizado em Adelaide, na Austrália.

Esse campo de refugiados foi fundamental para a mudança de vida de Akech, pois lá ela foi encontrada por um caçador de talentos, que lhe afirmou que seu futuro não estava nesse lugar, mas sim nas passarelas ao redor do mundo. Aparentemente esse homem estava certo, porque no ano de 2017 a menina fez sua estreia nas passarelas, no desfile primavera-verão 2017 da Saint Laurent.

Depois de sua primeira aparição, começou a ser convidada por muitas marcas como Loewe, Givenchy, Valentino e Miu Mil para desfilar. Além disso, já está confirmada nas próximas estações com grifes como Versace, Prada, Calvin Klein e Giambattista Valli. Akech não teve convites apenas para as passarelas, ela também fez três capas para diferentes edições da Vogue, e na última campanha da Versace.

Agora que possui melhores condições de vida, ela pode dedicar seu tempo aos estudos, está cursando Economia à distância, entre suas viagens.

“Minha pele é muito escura, inclusive para os parâmetros de outras pessoas negras. Agora que estou vivendo em Nova York, as pessoas me param na rua, sobretudo os afro-americanos, e me dizem que gostariam que sua pele fosse como a minha. É como o chocolate mais puro”, disse Akech.

E é exatamente o fato de sua pele ser exótica que a trouxe tantas possibilidades no mundo da moda, que busca quebrar o padrão clássico de meninas brancas, magras e com cabelos claros.

Entretanto, Akech não permite que sua realidade suba a cabeça e reconhece que há muitas coisas pela frente: “Ainda é difícil ver uma mulher negra vendendo perfume, a verdade é que modelos negras ganham, aos poucos, mas com segurança, seu merecido protagonismo. ”

Uma grande conquista de Adut Akech foi ser escolhida como o rosto da pré coleção outono-inverno 2018/19 da Chanel, após abrir o desfile de lançamento.

O sucesso dessa refugiada nos mostra o quanto a vida pode mudar, e que nossa situação atual não nos define. Inspire-se nessa incrível história para se levantar e ir em busca dos seus sonhos!

Marina Ruy Barbosa e Cauã Reymond para Colcci

A campanha de Primavera 18/19 faz referência à um dos movimentos da arte contemporânea, o realismo fantástico.

A dupla exibe os destaques da temporada, cujo o tema principal é a arte brasileira, em uma praia deserta: tecidos leves naturais em uma cartela de cor fresca com tons de azuis e rosas claros além de diferentes tonalidades de verde.

Nos cliques, o artista Mateus Bailon explora as narrativas que buscam recordar a conexão entre o ser humano e a natureza, além de trazer seu próprio universo particular traduzido por criaturas fantásticas. O objetivo do brasileiro é promover a consciência ambiental e também transportar o espectador à sua floresta mágica.

Cabelos tendências para 2019! 

As tendências da moda para esse ano já estão sendo buscadas! E é claro que os cabelos não ficariam fora dessa: os estilos de cortes e cores para a próxima estação prometem inovar o visual de todas.

Longo reto: às vezes até dá vontade de cortar os fios, mas nem sempre a coragem vem junto. Mas saiba que o estilo longo reto vai ser sucesso em 2019 você pode optar sem abandonar todo o cabelão!

Longo em camadas: ainda para quem prefere as madeixas mais compridas, deixá-las cortadas em camadas é outra opção. O efeito fica parecido com o repicado, e da movimento para o cabelo!

Médio repicado: o corte médio vai inovar o estilo junto com um repicado vai fazer toda a diferença.

Médio com franjinha: as franjinhas vão continuar com tudo, e a dica é deixar o corte médio para estar por dentro das tendências.

Loiro claro: lembre-se que é preciso ter atenção quanto ao tom do loiro, para que o resultado não seja diferente. Na dúvida, consulte um profissional.

Ruivo natural: queridinho por muitas na estação passada, o ruivo natural vai continuar com tudo nas madeixas, sem medo de errar.

Marsala: é uma das principais novidades entre as tendências para 2019! Junto com tons mais avermelhados, essa cor promete deixar o visual mais ousado.

Pixie cut: cortar o cabelo Joãozinho, antes era um terror. Hoje, ele é um dos modelos mais pedidos quando o assunto é corte de cabelo curto, ele e pratico e moderno.

Long bob: seja para cortes curtos ou médios, o long bob é supermoderno e combina com qualquer tipo de cabelo. A ideia desse estilo é deixar os fios mais compridos na frente e mais curtos na parte de trás. Para os cabelos lisos, o long bob é uma ótima alternativa para dar mais volume para o cabelo.

A United Colors of Benetton apresenta a nova campanha NudiCome. 

Um retorno à imagem que tornou a marca famosa no mundo. Beleza em seu estado mais puro e natural representado por 9 meninos e meninas de diferentes grupos étnicos, unidos em um abraço harmonioso. Imortalizado pelo fotógrafo histórico das campanhas publicitárias da Benetton, Oliviero Toscani.

“Alunos de luz que brilham como um arco-íris e peles coloridas que são misturados, estas nove crianças são o nosso Irmão Sol e Irmã Lua finalmente abraçado e confuso: jovens criaturas de rocha fértil, pedra macia dos quais podemos finalmente confiar. Graças a eles, as cores retornarão inocentes: não haverá mais a bruxa negra que oferece a maçã vermelha envenenada para a menina da neve branca. Não mais a guerra das raças, mas o milagre étnico com a riqueza de suas reminiscências pacificadas. Talvez aqui a pele escura também seja a dos beduínos do Monte Sinai, e há vestígios de Ásia até nas sobrancelhas; e, talvez, aos olhos de luz azul é frio na Suíça, enquanto no azul-preto é o calor da Grécia mãe da Europa, e talvez no nariz escuro e magro somali da Etiópia; Eu vejo memórias imperiais em cabelos sedosos e indícios tribais no ouriço indomável, um toque da Itália perfumado em longos cílios. Há ainda o ritmo cubano na imagem, que é firme, é verdade, e ainda parecem ser as criaturas a se mover na Canção da sequência: em movimento, touchings, aggrappamenti balenii com a África ea China e de amarelo e vermelho como a pintura criativa.

É uma imagem das Metamorfoses que são típicos da civilização imperial, a cidade do Augusti como Presidentes da América, a globalidade onde tudo se passa em outro, se transforma em seu contrário. Realmente dessa imagem é o Michael Jackson whitened preto e há a evolução do Lumumba, de Senghor e Frantz Fanon que enegrecido o branco, mas também de Lênin e de Lin Piao, que é a revolução tornar-se con-fusão, pois tira a certa identidade para o Oriente eo Ocidente e mescla-los, não é o pavão do zoroastrismo, que compara a Cruz, em Roma, o Ramadã se torna refeição da Páscoa, leite de camelo, que é transforma-se em suco de videira, a burca transparente no corpo de Vênus, e há Fátima, filha de Maomé, que assume as características de Maria, mãe de Cristo. Contra a guerra civil contra as gangues e violência urbana de identidade, contra conflitos étnicos violentos, guerras contra falhas e religião, contra o terrorismo e contra todas as formas de con-fusão alegre ressurgimento do racismo como valor , o Cântico das Criaturas que nos aproxima do Céu e subjuga o mundo”.  Oliviero Toscani

SpiceUpLondon: a exposição dedicada às Spice Girls 

Quem estiver ou for a Londres, esta é uma exposição que você não pode perder.

Era a década de 90 (1994, para ser precisa), depois de uma série de boybands muito bem sucedidos (Take That, Duran Duran, East 17 …) a cena musical definitivamente precisava de uma resposta feminina para uma demanda comercial específica. Então, aqui está como o roteiro, o Reino Unido produziu uma banda de garotas que faria história com 85 milhões de discos vendidos, perfazendo um total de quatro álbuns e onze singles: as Spice Girls. Wannabe entrou na tabela de classificação em 1996 e permaneceu lá por sete anos. Geri Halliwell, Emma Bunton, Victoria Adams, Melanie C, Melanie B de fato entrou na história, graças ao gerente (Simon Fuller) capaz de transformar o ar que respirava um gadget esgotados.

Uma parte fundamental de seu sucesso galáctico foi a diferenciação: cada Spice era um mundo preciso. Geri é a ruiva sexy e sedutora, Emma, ​​a bebê lolita, Victoria Posh fashionista, Melanie C, a esportista, Melanie B, a tigresa. Isso foi claramente recusado para todos os olhares e acessórios, um mundo de glitter, sapatos de plataforma estonteantes, tops e calças de moletom.

Muita memorabilia, figurinos originais, autógrafos, o inesquecível ebufalo e muito mais, habilmente colecionados e organizados por Alan Smith-Alison. Não só isso, no mesmo período haverá toda uma série de eventos paralelos, como musicais, dedicados a Spice Girls. Se você é um verdadeiro fã, você deve absolutamente tratar-se com o VIP PACK.

A mais brilhante e enérgica Girl Power vem de volta a uma época em que ela realmente precisa ser ouvida. Talvez seja por isso que todos os cinco aceitaram a reunião, porque essa mensagem de capacitação é mais atual do que nunca.

A exposição começou dia 28 de julho e vai até 20 de agosto, se você estiver em Londres, depois vai para Manchester de 24 de agosto a 4 de setembro.

São bolsas perfeitas para quem está a muitas horas de distância de casa.

Você pode colocar tudo: desde a bolsa de maquiagem, da carteira até a cobrança por telefone. São versáteis e combinam perfeitamente com qualquer look, desde o mais casual ao mais formal. Como eles se vestem? Ombro de dia e à noite enrolado como uma big clutches.

Na chuva: mas em grande estilo

Galochas Day, Week… para esses dias de chuva e umidade são indispensáveis, um adendo impermeável. Além das capas, trench coats e guarda-chuvas, a galocha é um recurso essencial para quem busca funcionalidade sem abrir mão do visual.

Antigamente conhecidas como botas Wellington, as galochas surgiram para uso militar, lá no século 19, por serem resistentes. Depois, foram adotadas pela aristocracia britânica e usadas para montaria. Foi na história recente, no entanto, que o modelo conquistou o mundo. Enquanto que, há 50 anos, a maioria das botas de chuva só podia ser encontrada em algumas cores (verde azeitona, amarelo, preto), hoje são fabricados modelos em todas as gamas possíveis.

A variedade de estampas também é grande e a falta delas, com a aparição dos modelos transparentes usadas com meias coloridas. O mais bacana é que a bota combina com quase tudo: calças jeans, saias e vestidos de vários comprimentos. Eu adoro e um sapato funcional e versátil.

Com meia calça colorida

As meias coloridas estão super em alta neste inverno. Possibilitam uma brincadeira de cores, contrastando ou combinando com a  bota, com a roupa, com as estampas. Além disso, são um ótimo truque para transformar aquele velho vestidinho preto em algo mais.

Por fora da calça

Fica linda quando usada por fora de uma skinny. Uma boa dica é usar uma meia mais comprida do que a bota, também por fora da calça, para ficar aparente, deixando uma charmosa barrinha à mostra. É um daqueles detalhes que fazem toda a diferença.

Com saia ou vestido curto

Ideal para aqueles dias friozinhos, mas não tanto. Com meia-calça ou sem, o visual proporciona o contraste bacaninha que adoramos, com a mistura de algo mais feminino com a bota, de personalidade mais street.

6 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here