Brasileiros têm 4 dias para se candidatar para o Conselho junto ao Consulado do Brasil

- Anúncio -
Cristiane Lebelem
Cristiane Lebelem é jornalista, criadora do Portal Direto de Londres, fundadora da empresa de comunicação e marketing na Europa – From A to Be, responsável pela assessoria de imprensa de grandes nomes da música brasileira na Inglaterra e Colaborador do site Na Pauta Online – UK

Para ajudar a decidir as ações do Conselho da Comunidade, os brasileiros que vivem em qualquer parte do Reino Unido podem se candidatar, até o domingo 28 de abril de 2019, para uma das 14 vagas para representar a população, e suas demandas em território britânico

O Consulado Geral do Brasil em Londres está divulgando por meio das redes sociais o edital com as informações e documentos para realizar as candidaturas para as 14 vagas. Clique aqui para acessar!

A comunidade no Reino Unido já teve muitos problemas com a formação do Conselho. É uma luta antiga. Mas em 2017, mesmo com uma eleição que acabou em nomeação direta, finalmente, se conseguiu colocar em funcionamento este projeto de ter representantes junto ao Itamaraty, o que já ocorre em muitos países. O problema é que na eleição passada, segundo os meios de divulgação da comunidade, que estiveram em reunião semanas atrás com o novo Cônsul-Geral, Tarcísio Costa, não houve divulgação suficiente para a eleição (o que possivelmente foi o que ocasionou a nomeação direta, sem a necessidade de eleger necessariamente os efetivamente escolhidos). Este ano, o edital foi divulgado pelo Consulado no site, e alguns meios comunitários estão trabalhando para tentar avisar o maior número possível de brasileiros para que possam se candidatar para representar a comunidade.

Foto Cristiane Lebelem
Encontro dos meios de divulgação no Consulado Geral em Londres

O Conselho é um instrumento importante de aproximação de quem vive no Reino Unido com o governo do Brasil, uma vez que pode intermediar situações de apoio, suporte, esclarecimentos sobre políticas específicas junto ao governo britânico, e ainda ajudar a atender demandas, como foi o caso do brasileiro Fábio Martins, que precisou de um transplante de fígado recentemente e estava internado em Londres, ou ainda nos casos das famílias que passam por alguma urgência jurídica ou legal, e precisam de suporte e esclarecimento.

Sem contar que toda disseminação da cultura e língua aos filhos dos que aqui vivem também perpassam por ações que o próprio Conselho pode motivar, por exemplo. Também, o Conselho pode ajudar procurando recursos e viabilizando suporte aos empreendedores, uma vez que usa marca Brasil no nome, e tem status junto ao Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) para intermediar ações junto aos órgãos competentes.

Qualquer brasileiro residente legalmente no Reino Unido pode se candidatar. E diante de tantas possibilidades importantes de fazer deste movimento social algo genuinamente útil, é importante que todos participem. Seja como candidato (a) ou seja votando, ajudando a escolher os que mais tem condições de nos representar.

Informações do site do Consulado

De 13 a 28 de abril de 2019, os interessados em candidatar-se ao cargo de Conselheiro deverão enviar mensagem eletrônica ao e-mail comissao.eleitoral.ccru2019@gmail.com com os seguintes dados:

• Dados de identificação: nome completo, data de nascimento, endereço, e-mail e número de telefone;

• Declaração no corpo da mensagem: “Eu, (nome), solicito inclusão de meu nome na lista de candidatos a membro do Conselho de Cidadania do Reino Unido 2019-2021”;

• Cópia digitalizada ou fotografia digital de documento de identificação brasileiro válido com foto (passaporte, RG, CNH);

• Cópia digitalizada ou fotografia digital de documento que comprove a regularidade migratória no Reino Unido (visto, registro de naturalização, passaporte da EU etc.);

• Cópia digitalizada ou fotografia digital de documento comprobatório de endereço no Reino Unido. • Pequeno texto de apresentação informando quais contribuições o candidato pode prestar às atividades do Conselho (máximo de 7 linhas). Ao encaminhar suas inscrições, os interessados estarão automaticamente manifestando concordância com os procedimentos publicados neste Edital e com as disposições normativas que regulamentam os Conselhos de Cidadania.

Queremos ajudar os líderes comunitários 

Se você tem interesse em participar de atividades voluntárias ou quer se candidatar ao Conselho, mas não sabe como proceder, ligue +44 07562594852 ou envie um email para events@fromatobe.co.uk. O DIRETO DE LONDRES acredita no processo democrático e na capacidade de todo cidadão brasileiro. AJUDAMOS VOCÊ A ENTENDER ESTE PROCESSO E A ENTRAR PARA PARTICIPAR!

- Anúncio -
Artigo anteriorSecretaria de Turismo de Gramado inicia circuito de workshops pelo Brasil
Próximo artigoKim e Putin selam aproximação
Cristiane Lebelem
Direto de Londres foi criado pela jornalista Cristiane Lebelem, que também é a fundadora da empresa de comunicação e marketing na Europa – From A to Be. A jornalista é a responsável pela assessoria de imprensa de grandes nomes da música brasileira na Inglaterra. Desde 1998, atua nas mais variadas plataformas de comunicação - televisão, rádio, revista, jornal impresso, assessoria de imprensa, mídias sociais, blog e eventos – numa trajetória de mais de 20 anos na comunicação social. Com passagens pela TV Globo (RPCTV em mais de 3 cidades do Paraná), da TV Record (RICTV em Curitiba), além da Rádio Bandnews FM, TV Educativa, Gazeta Mercantil, entre outros meios de comunicação no Brasil, a jornalista foi a responsável pelo novo projeto de comunicação que levou o antigo Brazilian News (com mais 18 anos de atividade na capital inglesa) para Notícias em Português, reunindo toda a comunidade de fala portuguesa e expandindo para todo o Reino Unido a distribuição do jornal quinzenal (antes semanal). Cristiane também administrou a publicação irmã, Express News UK, em espanhol, por um período em que conseguiu reunir na América do Sul e na Europa uma equipe internacional trabalhando pela comunidade de fala portuguesa e espanhola. Em Londres, atuou no desenvolvimento da plataforma de jornalismo colaborativo Blasting News, com a produção de vídeo-notícias em português e espanhol com colaboradores nas Américas e na Europa, reunindo mensalmente mais de 16 mil vídeos em notícias. A jornalista acaba de lançar no Brasil – juntamente com outros colegas de profissão – o livro "Ética no Jornalismo Brasileiro" - Ed. Intersaberes, onde descreve sua experiência nas mais diversas áreas do jornalismo. Também atua na formação de jornalistas com a produção de material didático (Economia & Jornalismo - Curso de Comunicação Social – Jornalismo EAD da UNINTER), no Brasil.