A advocacia brasileira está ganhando um reforço na Capital Federal

Advogada e professora Soraia Mendes

Após vários anos dedicados à docência e à elaboração de teses inovadoras na Criminologia, a professora Soraia Mendes está de volta à advocacia.

Localizado na bela região do Lago Norte em Brasília o escritório já é motivo de expectativas. Ao lado do atendimento a casos individuais (muito especialmente em casos que envolvem os direitos das mulheres e a advocacia criminal, por exemplo) a atuação será em questões estratégicas em direitos humanos perante Tribunais estaduais e federais, Tribunais Superiores e o Supremo Tribunal Federal. Além disso o projeto de trabalho também inclui o acesso a organismos externos em litígios de natureza internacional.

“ Voltar a advogar após quase quinze anos na academia foi uma decisão que reflete meu compromisso pessoal de vida. Tenho pensado muito sobre o momento que vivemos e decidi que é hora de retornar à trincheira na qual fui forjada: a defesa dos direitos humanos e dos defensores e das defensoras de direitos humanos”, conta a professora, agora advogada inscrita na OAB/DF.

Para tudo isso a equipe conta com um grupo de profissionais que ultrapassa o Direito. São advogadas também com formação na ciência política, no serviço social, na história e na filosofia. “Para além da expertise jurídica nosso trabalho diferencia-se pela visão transdisciplinar, interseccional e decolonial. É isso o que orienta o nosso processo interno de discussão e de produção de cada tese, e é daí que resultará em nossa atuação diferenciada perante o sistema judiciário brasileiro”, diz Mendes.

A inauguração está prevista para meados de agosto.