Homem é preso na Espanha por deixar a mulher morrer e gravar tudo no celular

Um homem, de nacionalidade argentina e com 49 anos, foi preso na Espanha, acusado de homicídio e maus-tratos, por deixar a mulher morrer durante uma crise de hipoglicemia e ainda gravar as imagens, em junho desse ano, segundo divulgou neste sábado a polícia regional da Catalunha.

A detenção aconteceu na última quarta-feira, e foi expedida ordem judicial contra o homem, que está em regime de prisão preventiva, ainda de acordo com as informações repassadas pela corporação.

EFE