“A dor compartilhada é possível de ser vivenciada”

Caroline Santana
Caroline Santana é Jornalista especialista em Assessoria de Comunicação e Marketing e Colaboradora do site Na Pauta Online em Goiás

Seguindo o caminho do mês de prevenção ao suicídio, alunos do curso de Psicologia da Faculdade Cambury na cidade de Goiânia (GO), vivenciam o projeto “A dor compartilhada é possível de ser vivenciada”.

A professora e psicóloga Carolina Martins dos Santos, explica que, o projeto surgiu da ideia em realizar ações com foco na relação entre teoria e prática na educação. “É importante mostrar essa junção, permitindo o ensino significativo aos alunos, pois tendo conexão e aplicação de metodologias é possível a aprendizagem,” relata.

Foto Carolina Martins/Divulgação

O objetivo é que eles consigam internalizar o compromisso da profissão baseado no juramento quando se formam, comprometendo-se a auxiliar na formação de uma sociedade mais saudável. Em 2018, os alunos, professores e coordenadores abordaram o tema do suicídio com a ação “De dentro para fora – uma busca pela prevenção ao suicídio”, a partir de notícias de jovens de 10 a 29 anos em Goiânia. “Muitos casos vieram de relatos de pessoas próximas aos familiares e alunos. Abordar o tema é conscientizar-se sobre as demais questões relacionadas ao tema. É uma questão de saúde pública e extremamente necessário montar estratégias de prevenção, além das ações voltadas aos profissionais de saúde,” conta a psicóloga.

Carolina Martins/Divulgação

As ações são realizadas com informações que visam a quebra de tabus, preconceitos e medos. Pessoas foram surpreendidas com abraços gratuitos, frases motivacionais e entenderam o valor da vida. “Muitas pessoas ficaram emocionadas, agradeceram pelo gesto e outras aproveitaram o momento para pedir ajuda e indicações. Foi emocionante o trabalho e engajamento dos alunos,” disse Carolina.

Essa foi a primeira ação realizada e a ideia de acordo com a psicóloga é de que possam pensar em intervenções voltadas à comunidade. “Queremos alinhar projetos voltados para a qualidade de vida das pessoas enfatizando a necessidade de cuidar da saúde mental,” ressaltou ela.

Este texto é uma série e continua na próxima semana.

5 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde, está mensagem tem que ser viralizada pelo Brasil todo, estamos vivendo numa geração de pessoas com um alto grau de depressão além do normal.
    É preciso ajudar as pessoas que estão passando por este problema. Muitas das vezes só de ouvir a pessoa com depressão já ajudamos elas a não cometer o suicídio. Parabéns pelo trabalho de vocês. Abraços.

    • Obrigada pela empatia e compaixão! Com certeza. A partir de informações e divulgação de ações como esta podemos salvar vidas. Escutar o outro é muito importante!

    • Verdade. A partir do momento que escuto o próximo com amor, carinho e respeito estou valorizando sua vida é potencializando sua importância para cada um.

  2. Verdade. A partir do momento que escuto o próximo com amor, carinho e respeito estou valorizando sua vida e potencializando sua importância para cada um.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here