Em defesa da categoria, Sindimed abre o ano ouvindo reivindicações dos médicos

Foto reprodução
Em defesa da categoria, Sindimed abre o ano ouvindo reivindicações dos médicos

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso(Sindimed) está com calendário de reuniões com médicos que atuam em Mato Grosso tanto na rede pública quanto privada.

No dia 08 se reuniu com médicos da prefeitura de Cuiabá que estavam com o 13º salário em atraso e definiram ficar em estado de assembleia permanente, a prefeitura  acabou acertando os salários e ficou de receber a categoria para ouvir as reivindicações como condições de trabalho e ainda a terceirização dos serviços. A reunião que seria no dia 10 foi adiada para dia 13.

No dia 10 o sindicato se reuniu com os médicos plantonistas do SAMU para discutir os contratos de trabalho  e escala e contratação da empresa Vida Goiás que acaba de assumir o SAMU.

No dia 15, haverá 02 agendas, uma com os médicos de Cuiabá para falar do resultado do encontro com o prefeito e em seguida, o Sindimed se reúne com os médicos da rede pública do estado para discutir a realização de concurso público, adicional de insalubridade, condições de trabalho, alíquota da previdência dos servidores do estado, terceirização dos serviços médicos, indicativo de paralização e outros assuntos propostos pela categoria.

No dia 16, o Sindimed  realiza assembleia com os médicos plantonistas da rede privada para discutir a avaliação da modalidade de contratação e remuneração dos serviços médicos dos pronto atendimentos e prontos socorros dos hospitais privados em Cuiabá.

Todas as assembleias serão na sede do Sindimed a partir das 18h.