Estou estudando História!

Fui tentar entender o que a igreja primitiva fazia, quem eram, como viviam e como prestavam seus cultos.

Gosto de me colocar no primitivo! Tentar entender os instintos. Que são perdidos todos os dias! Um que estamos perdendo é o instinto de amar! De acreditar…

Lá dentro do que é o mais natural possível, não em vida, não em comprometimento! Fico só pensando! E fazendo tudo ao contrário! Distante eu vivo daquilo que eu sei que seria o melhor pra mim! Para minha esposa, futuros filhos, netos, o que eu poderia fazer para melhorar ao meu redor? Pensar, mais rápido do que consigo escrever!

Se um dia eu entender o pensamento que estão tentando me explicar. Ou, eu fico louco! Ou são! Mas, e o que eu estou tentando explicar?! Se por um acaso eu consiga entender o que todos dizem, quer dizer que faz todo o sentido seguir em frente!

Mas, e se eu entendi ao contrário do que me falaram? Quer dizer que não é pra dividir! É pra compartilhar! Em prazer! Entender o que é servir! Apenas! Servir pra alguma coisa! Qualquer coisa! Sem que seja a força! Mas com força! Firmeza! E eu estou fazendo mais o contrário, e sendo eu, a cada segundo do dia! Mas poderia ser melhor.

E fico querendo entender os passos que devo passar, porque alguém já passou pelo único caminho correto! Em ética, moral ou educação! Sem cultura ou religião.

A palavra única, é muito certeira! É na cara! Sem meias verdades!

Somos únicos, vivemos no único solo do reino! Mas somos também semelhantes!

Mas a palavra reino, quando eu era moleque! Aprendi sobre fauna e flora, e sempre tive um amor pela vida que a natureza dá. Sendo destruída ou não, ela dá! Às vezes a força! E às vezes dá também suas reações! Conseqüentemente! Para dizer isto não precisa ser um cientista! Isso é básico! Ação e reação!

Parece que não somos feitos para coexistir!

Não fazemos parte do reino animal, nem vegetal e nem mineral!

Somos únicos! Cada um a seu modo! Em uma direção! Com estradas boas, com estradas cheias de buracos, ou até sem asfalto. Mas faz parte da caminhada! Andar junto aos bons, aos maus, aos que causam terríveis dores, ou extrema felicidade! Um caminho certo é o caminho de verdade! Ao que encontra a morte!

Onde tudo acaba, o que você acabou de viver! A qualquer momento!

Momento em que um príncipe não quer ser mais príncipe!

Ou um Secretário de governos parafraseando o tal do cara lá nazista! Mano do céu!
Vocês viram o vídeo?

Caralho!!! Vim escrever, correndo! Me perdoem os modos!

Vim pensando até em defender o cidadão, mas então fui assistir o vídeo! Nunca vejo essas coisas de primeira… É um vídeo muito louco! Com um louco protagonizando! Ele começa a falar a frase do tal nazista, ele sorri! Descaradamente! Que vídeo bizarro! Estranho e assustador! Aterrorizante…

Fiquem de olho na Cruz de Caravaca, é um amuleto religioso usado como símbolo de poder e proteção, enaltecendo a Providência Divina. Igual os caras faziam na segunda guerra mundial.

Num vídeo oficial, o cara fala uma frase do mesmo jeito que um cara que era o numero 2 de Hitler, que se matou envenenando com a esposa depois de ter matado seus seis filhos! Como assim???

O cara queimava livros, e partituras de obras clássicas! E um secretário de cultura usa esse cara como exemplo! Puta que o pariu!

Cuidado gente! Não é acusação, nem raiva de político tal, é indiferente de quem esteja governando meu país natal, não moro lá! Mas quero voltar, logo! Mas longe disso tudo! Que está tão feio! RIDÍCULO, RIDICULARIZADO E RIDICULARIZADOR!

Ai um filho de presidente diz que comunismo matou mais que nazismo! Surreal isso! Vai comparar com o ruim? Porque não comparar com o que é bom?

E do outro lado pessoas enaltecendo o comunismo! Que realmente matou mais!

O que estamos estudando? Aprendi que um Rei luta suas próprias guerras! Aprendi que um rei, desce do trono e defende os que são seus!

Aprendi que o homem pode se tornar mau! O mundo faz a lapidação, do que era pra ser natural! Primitivo! Neste momento!

Como você está compartilhando o seu tempo? Com seu próprio pensamento? Em seu próprio reino? Ou tentando coexistir? Sem fronteiras?

Pois andei estudando e aprendi que meu reino não é daqui! Mas é aqui que vivo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here