EUA: USCIS usa contas de rede social para monitorar imigrantes

Oficiais do US Citizenship and Immigration Services (USCIS) agora podem usar contas falsas de mídia social para monitorar imigrantes em processo de imigração.

O novo plano é uma mudança de política de julho que reverte uma proibição do Departamento de Segurança Interna que citava questões de privacidade.

Um comunicado do USCIS disse que a agência usará as contas falsas apenas “para acessar o conteúdo de mídia social que está disponível publicamente para todos os usuários da plataforma de mídia social”, acrescentando que seu pessoal respeitará as configurações de privacidade dos usuários e não fará amizade ou seguirá usuários para ter acesso aos seus perfis.

O USCIS disse que não monitora proativamente as contas de mídia social.

“Usamos as informações de mídia social para investigar uma solicitação existente de benefícios de imigração, como parte de nosso processo de verificação de antecedentes e segurança”, afirmou o comunicado.

Em junho, o Departamento de Estado começou a exigir que os solicitantes de visto dessem suas informações de mídia social.

No entanto, a nova política do USCIS pode violar os termos de uso do Facebook e do Twitter, que proíbem os usuários de criar contas falsas.

“É contra nossas políticas usar pessoas falsas e usar dados do Twitter para vigilância persistente de indivíduos. Esperamos entender as práticas propostas pelo USCIS para determinar se elas são consistentes com nossos termos de serviço”, afirmou o Twitter.

Com informações da Fox News.