The Book of Mormon

Foto reprodução

Um espetáculo imperdível! Criado por Trey Parket e Matt Stone, a peça oficial rodou alguns países e nada mais é do que uma crítica à religião Mórmon inventada pelo “profeta” (na verdade um golpista) Joseph Smith em 1829.

Livro dos Mórmons contém coisas absurdas até para o nível de outras religiões como um Jesus norte-americano que hoje vive em um planeta (e Deus vive em outro ao lado chamado Kolob), a obrigação de todo fiel usar uma cueca especial, alteração de fatos históricos etc.

Tudo começa mostrando a jornada de dois missionários mórmons “recém-formados”, que são enviados para a Uganda e lá aprendem que a vida não é tão fácil quanto entregar livros e prometer a vida eterna ao lado do Pai Celestial deles, tendo sua fé questionada.

Mesmo sem uma adaptação oficial brasileira, os talentosos alunos do curso de teatro da UniRio criaram a sua versão como projeto de pesquisa sob a direção geral do professor Rubens Lima Jr. A direção musical é de Guilherme Borges e Marcelo Faria, com coreografia de Victor Maia.

Eu assisti a montagem feita com o ator Léo Bahia, que claramente sobressai em quase todas as suas aparições: Cantando, dançando e interpretando brilhantemente. Todo o elenco mostra afinação e entendimento coesos, de modo a nos fazer embarcar nesta história, mesmo quando assistida virtualmente, como foi meu caso.

Os realizadores conseguiram captar e trazer para o nosso vernáculo as músicas, sátiras e piadas do musical e o trabalho ficou tão bom que me pergunto se esta não poderia vir a ser a montagem oficial um dia.

Venho assistindo as peças pelo computador, e posso garantir que a diversão é garantida. Claro que nada se compara ao presencial. Cheiro, cores, tudo tem outra vida quando estamos presentes num teatro. Mas diante do advento da pandemia que nos assola, devemos sim ir ao teatro, mesmo que através de um clique. Não deixem de ver as peças sugeridas. Prestigiem o nosso teatro!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here