O simples ato de cuidar-se em meio a Pandemia Mundial

E a vida continua, mesmo durante uma pandemia!

 

Como você está consigo mesmo durante esta pandemia?

Como está sua relação com amigos e familiares?

Já parou para analisar o que poderia fazer para melhorar sua qualidade de vida em meio a pandemia?

Já aceitou que estamos em meio a uma pandemia mundial e que mudanças são necessárias para que possamos ter qualidade de vida, mesmo com algumas restrições?

Já parou para pensar que não adianta culpar X ou Y por ter causado esta pandemia?

Já percebeu que política, futebol e religião são assuntos que não se discute?

Então vamos lá encarar a realidade da vida, que temos no atual momento…

Adaptar-se é preciso! Navegar é preciso! Viver é preciso!

Será que esta pandemia não veio para nos impulsionar a mudar nossos hábitos que há tempos se encontravam defasados? Você lembra bem como estávamos antes dessa pandemia? Éramos uma sociedade enlouquecida que não estava dando certo, não estava funcionando, agora é a hora, é o momento de pisarmos no freio e refletirmos sobre o que cada um pode fazer para melhorar o “funcionamento do mundo”, para melhorar nossas relações, hábitos de relacionamento com o mundo, com a natureza, com os animais e principalmente com nós mesmos, acabou que o ser humano na sede de se encontrar trocou a sequencia mais importante da vida que é amar pessoas e usar objetos, hoje ama-se objetos e usa-se pessoas, o ser humano não sabe mais demonstrar sentimentos, não se coloca no lugar do outro, estão perdidos dentro de si mesmos ( o índice de suicídios antes da pandemia era algo preocupante e agora então), essa falta de visão interior e de caminho a seguir, acaba que essas pessoas descarregam no mundo lá fora todo seu lixo interior que não foi processado, absorvido e até mesmo reciclado, seus medos, suas angústias, suas ânsias isso tem aumentado o número de violência de todos os tipos, doenças e a degradação do planeta. Já parou para pensar isso?

O ser humano não está sabendo viver dentro de si mesmo, isso aí, não estão sabendo viver com o ser que está o tempo todo com ele, que é ele mesmo, imagina com outras pessoas? Hoje você tem que tomar todo cuidado nas suas relações pois a pessoa pode estar passando por um momento em que ela venha a cometer qualquer tipo de ato em prol do que ela está sentindo internamente, descarregando o que não foi processado, analisado, administrado e resolvido. Se tornou impossível uma sociedade neste tipo de ambiente para viver.

Virou modinha a questão de não estar nem aí para nada e nem ninguém e este descontrole emocional e psicológico, falta de moral, ética, respeito, resiliência, educação, gerou e está gerando a situação que vivemos atualmente, o mundo se encontra de cabeça para baixo. Sem reciprocidade e empatia, não dá para manter o equilíbrio das relações, isso vale para nossas relações em todos os aspectos da vida.

Não tem como viver bem sem troca, sem respeito, sem consideração, sem harmonia, sem empatia, sem amor e principalmente sem se conhecer, saber seus defeitos e qualidades, saber quais pontos devem ser trabalhados, onde podem acontecer melhorias e mudanças, somos seres em constante mudança interior.

Fala-se muito em saúde, em cuidados, em qualidade de vida, mas você realmente sabe o que vem a ser isso?

Durante a pandemia estamos presenciando várias pessoas com comportamentos que nos deixam pensativos sobre qual será a visão de mundo deles e de sociedade e até mesmo amor próprio. Vemos pessoas sem máscaras praticando esportes, pasmem a prática de esportes é indicada para que as pessoas possam manter-se saudáveis, manter-se vivas, bem e, no entanto, durante uma pandemia se expõem em prol de que mesmo? Pais com crianças sem o mínimo de cuidado relacionado a pandemia, aglomerações sendo que antes da pandemia nunca se viveu tão isolado, as pessoas muniram suas casas com tecnologias de última geração para que fiquem em casa,  o que gerou um isolamento mesmo podendo sair, nunca se teve tão alto índice de suicídio devido ao isolamento vivido por todos, pois todos estavam presos si mesmos no passado, nos traumas mau processados, não é só agora que temos medo uns dos outros.

Agora precisamos nos unir para impedir que algo pior ocorra, se acham no direito de infringir normas, recomendações, nos mostrando uma única coisa o egoísmo exacerbado, o egocentrismo, o individualismo, criados por todos os hábitos errados adquiridos.

Bem para os que se cuidam, se amam, querem passar por esta pandemia da forma mais tranquila possível lá vão algumas dicas:

1- Cuide para as notícias não se tornarem tóxicas

A saúde mental se tornou primordial atualmente e o excesso de notícias e informações altera nosso organismo pois estimula o medo, insegurança, ansiedade o que pode gerar vários comportamentos disfuncionais em nosso organismo como episódios de insônia, crises de ansiedade, crises de pânico, quadros depressivos e casos extremos de suicídios.

Devemos:

Evitar conferir as notícias tarde da noite (antes de dormir);

Espere o dia iniciar para se manter informado;

Evite notícias ruins, se preserve, se resguarde.                                   

2-Tome conta de si mesmo

Mantenha os hábitos de higiene, enfatize nos cuidados consigo mesmo, cuide dos cabelos, pele, controle o peso, se alimente bem, ingira líquidos, faça leituras saudáveis, assista um seriado, leia uma revista e tenha momentos para orações e principalmente para estar consigo mesmo, analisar interiormente como foi sua vida até aqui e como pode fazer para melhorar, apare arestas de comportamentos que não te agradam, estude se prepare para possíveis mudanças em sua carreira profissional, planeje o futuro da melhor maneira que puder.

3-Acalme a sua mente

Pratique o amor próprio, mantenha sua auto-estima elevada, reserve um tempo para estar consigo mesmo, para se conhecer, para se olhar nos olhos e refletir sobre quem você é e quem gostaria de ser o que falta para alcançar o que deseja.

4-Não se isole!

Mantenha contato com amigos, familiares, animais e plantas, respeitando as medidas de isolamento social, se ninguém te liga, ligue você faça aos outros o que você gostaria que fizessem a você. Assista às lives, contribua, mas não faça disso um momento de aglomeração impróprio para o momento.

5- Cultive hábitos positivos e saudáveis

Faça boas leituras, pratique yoga, alongamentos, assista filmes e seriados edificantes, dê uma voltinha em locais onde não tenha muito movimento, seguindo as recomendações. Imagine o mundo melhor e sem todo esse pesadelo da pandemia. Emita boas vibrações ao planeta, aos países, aos adoecidos e aos que estão saudáveis. Crie a rotina de agradecer por todos os momentos bons e ruins de sua vida alimentando a egrégora da gratidão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here