Vida de professor

O professor Diogo Almeida foi bem inteligente ao montar um espetáculo contando casos de sua vida docente. Formado em Jornalismo, utilizou com propriedade tudo que viveu em cinco anos de sala de aula e com muito bom humor, garante boas risadas dos colegas, que prestigiam em peso suas lotadas sessões.

Ele também foi casado com uma professora, o que faz ter ainda mais histórias reais para contar, construindo afinidades e trazendo verdades a tona.

O comediante traça um raio-X do cotidiano da vida dos professores e de quem convive com eles. De maneira inusitada, ele faz um relato das situações que envolvem os docentes e demais profissionais ligados à educação. Todo o texto ali apresentado mostra exatamente o que os professores passam em suas vidas e seus trabalhos.

A base da peça é transpor a realidade e o cotidiano da escola para o palco de uma maneira engraçada. Cumpre muito bem com o que se compromete a fazer.

Vi por quase duas horas, sem me cansar. Ri, refleti, lembrei-me de casos parecidos. Essa identificação gera entendimento e prende nossa atenção. Diogo é bom no que faz.

Diogo já contou em entrevistas que tudo aconteceu de maneira inusitada, quando ao gravar um vídeo falando sobre as particularidades e peripécias da vida de um simples professor, postou e viu o mesmo ganhar uma proporção jamais imaginada. Continuou então a gravá-los, mais assiduamente, já que histórias não lhe faltavam, e assim foi ganhando espaço e público. Como foi dando certo, as visualizações foram aumentando, veio a ideia de montar o espetáculo. Esperto, inteligente e carismático, Diogo mostra muita desenvoltura ao narrar situações, sem que saibamos se de fato passou por elas, ou as criou.

Num momento onde falar sobre educação é ainda mais significativo, a proposta funciona demais. Sem cunho político, o único intento parece mesmo ser fazer rir de uma realidade aparentemente estressante, que é a vida de um professor.