Visa e Facebook escolhem Brasil para estrear envio de dinheiro por WhatsApp

Iniciativas como a recém-anunciada parceria da Visa com o Facebook no Brasil para enviar dinheiro através do WhatsApp vão proliferar em todo o mundo, já que a indústria de pagamentos vê essas plataformas globais de mensagens como “grandes centros de interação com o cliente”.

Em entrevista à Agência Efe em Miami, o salvadorenho Rubén Salazar, vice-presidente sênior de Produtos e Inovação da Visa para América Latina e Caribe, afirmou que considera essa tendência como certa.

“Os clientes estão acostumados a viver nessas plataformas, gastamos muito mais tempo nelas do que no e-mail”, disse Salazar sobre a parceria entre Visa e Facebook que tornou o envio de dinheiro de pessoa para pessoa tão fácil quanto o envio de uma mensagem através do WhatsApp.

Salazar destacou que, segundo dados da Visa, 92% das transferências mundiais de dinheiro são para familiares e amigos, e essas pessoas estão nos contatos do WhatsApp.

O executivo acrescentou que os brasileiros também poderão pagar por essa plataforma às pequenas empresas onde adquirem bens ou serviços digitalmente.

As transações são viabilizadas pela tecnologia Visa Direct, e a segurança é garantida pelo Visa Cloud Token, a tokenização em nuvem que a companhia está lançando ao mesmo tempo que os pagamentos por WhatsApp, como lembrou o salvadorenho.

Esta é a primeira iniciativa deste tipo tanto para a multinacional de tecnologia de pagamentos como para o Facebook Pay. Salazar respondeu afirmativamente quando perguntado se há planos para ampliar a nova tecnologia Cloud Token a outros países, não apenas na América Latina.

O Brasil é o país pioneiro para a parceria por possuir a segunda maior comunidade de usuários de WhatsApp do mundo, com mais de 120 milhões de usuários, atrás apenas da Índia.

Banco do Brasil e Sicredi são as primeiras instituições financeiras do mundo a utilizar a nova tecnologia de token na nuvem da Visa, que permite aos consumidores fazer pagamentos seguros com o Facebook Pay no WhatsApp, de acordo com a Visa.

Para Salazar, as transações por WhatsApp são “como qualquer outra” com um cartão de débito ou crédito, mas o que muda é o “background”: o que está por trás que garante a segurança.

A tecnologia de tokenização evita o uso de credenciais reais de um cartão de crédito ou débito.

Os números dos cartões, segundo o executivo, são substituídos por um código único que corresponde a um cliente e a um dispositivo móvel. Esse token não está no telefone, mas na nuvem, para “proteger os consumidores”.

A facilidade de pagamento por WhatsApp com cartões Visa também ajuda a promover o comércio eletrônico como uma opção mais segura do que o comércio tradicional nos dias de Covid-19 e no Brasil, ainda de acordo com Salazar.

Até o momento, as transações com Visa Direct no mundo todo cresceram aproximadamente 70% durante a pandemia do novo coronavírus, como mostram dados da empresa multinacional de tecnologia de pagamento.

“Temos o prazer de ajudar a permitir uma maior funcionalidade no WhatsApp através do Visa Direct e da nova tecnologia de Tokens na nuvem, para ajudar os consumidores a comprar e pagar digitalmente, ao mesmo tempo em que oferecemos aos comerciantes mais opções de pagamento”, disse Fernando Teles, gerente geral da Visa no Brasil, em um comunicado.

“Este é um marco muito importante para a Visa, pois é exatamente a forma como nos esforçamos para facilitar os pagamentos para os nossos parceiros, aproveitando os pontos fortes dos nossos produtos para ajudar plataformas mundiais de tecnologia como o WhatsApp a permitir experiências de pagamento convincentes”, acrescentou Teles.

A partir de hoje, os usuários do WhatsApp no Brasil começarão gradualmente a ver a opção de pagamento no aplicativo, onde poderão abrir uma conta adicionando seu cartão Visa do Banco do Brasil ou do Sicredi para começarem a enviar e receber dinheiro.

Para que as pequenas empresas possam receber pagamentos de seus clientes, elas precisam criar uma conta usando o aplicativo WhatsApp Business.

“Estamos entusiasmados por levar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Tornar mais fácil enviar e receber dinheiro não poderia ser mais importante do que em um momento como este”, disse Matt Idema, diretor de Operações do WhatsApp.

“As pequenas empresas são a espinha dorsal do país. A capacidade de realizar vendas facilmente dentro do WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital e apoiar o crescimento e a recuperação financeira”, acrescentou.

Fonte:EFE