A luta das mulheres na política

“A luta das mulheres tem ganhado espaço, mas ainda há muito a ser feito,” diz Nauália Gabrielle Amaral Teixeira, candidata a vereadora na capital

Nesta terça-feira, 03, celebramos a instituição do direito ao voto feminino no Brasil. Um dos nomes mais significativos dessa luta foi o de Bertha Luz, mais conhecida como uma das maiores líderes na luta pelos direitos políticos das mulheres brasileiras. Para a candidata a vereadora por Goiânia, Nauália Gabrielle Amaral Teixeira 19.069, “o dia é motivo de comemoração, mas ainda há muito a ser feito já que mesmo com a conquista do voto, ainda há muito estigma e preconceito a ser combatido, ” afirma.

Não é de hoje que as mulheres assumem diversos papéis sociais e segundo a Justiça Eleitoral, uma sociedade realmente democrática inclui a participação das mulheres em todas as áreas, principalmente na política. “A mulher tem papéis importantes e significativos, não cabe mais enxergá-la somente como esposa, mãe e dona de casa. A discriminação continua e ela sempre tem que lutar de alguma forma para provar seu valor. A luta tem ganhado espaço, há muito a ser feito. É importante lembrar que muitas que se dizem feministas ainda não entenderam a importância de se votar em mulheres, e com isso intensificar a força e representatividade das mesmas nas esferas públicas,” explica a candidata.

Ela é designer gráfico e tem sua candidatura confirmada pelo partido PODEMOS. Já é sua segunda eleição como candidata e as propostas deste ano estão voltadas para políticas públicas para mulheres, bem como proteção das vítimas à violência doméstica, ações contra racismo, machismo, LGTBfobia e intolerância religiosa, entre outras (seguem no final do texto). De acordo com Nauália, a reivindicação das mulheres foi peça fundamental para tornar o voto amplo e irrestrito.

Mobilização de ativistas

O direito ao voto feminino é uma luta antiga que teve mobilização de ativistas, mais conhecidas como sufragistas. O projeto no Brasil começou a tramitar em 1930 no Senado, em 1932, o então presidente Getúlio Vargas assinou o direito ao voto, mas somente em 1934 tornou-se irrestrito e um dever. “Muitos movimentos sufragistas presumem que as ações eram parte de uma luta coletiva internacional, e ganharam um sentido de camaradagem universal das mulheres, mesmo em face da oposição interna significativa, ”destaca a candidata. Nauália enxerga a participação das mulheres no processo democrático como importante para o desenvolvimento, mesmo com obstáculos que se voltam a estereótipos em relação à presença delas no campo da política, já que em muitas discussões ainda veem a mulher como alguém que não se interessa por debates políticos.

“É complicado ser mulher no dia a dia e temos que nos fazer ouvir. O machismo está sendo desconstruído, mas é um processo que leva tempo por seguir arraigado em nossa sociedade, ” ressalta.

Papel do (a) vereador (a)

O papel do (a) vereador (a) é representar o povo perante o poder público. A candidata vê que sua principal função é a fiscalização da prefeitura e da aplicação de recursos públicos. “Projetos bons existem aos montes, nossas leis, inclusive são lindas, mas o que mais me preocupa é a prática. Para onde de fato, a verba está indo visto que a educação, segurança e saúde estão sempre sucateadas?,” questiona ela. Ela informou ao Na Pauta Online que na sua última candidatura em 2012, o slogan era “Faça valer seus direitos” refletindo no transporte público, saúde e o quanto as condições básicas de sobrevivência precisam ser dignas.

“Quando um ‘político de carreira’ precisa se internar por conta de sua saúde, qual a primeira coisa que ele faz? Busca um hospital que não é de Goiás, e isso não deveria ser o comum. Precisamos de condições dignas de sobrevivência para todos. Não somente na saúde, mas também na educação, transporte, segurança. Além disso pretendo continuar acessível à população e buscar junto à mesma propostas que possam ser benéficas ao bem-estar social, ” completa.

Marielle Franco

Um dos nomes mais representativos é o de Marielle Franco que dizia que ocupar a política é fundamental para reduzir as desigualdades que nos cercam. “Estou comprometida com a Agenda Marielle Franco, e admiro sua luta e ideais. Os nomes das candidatas comprometidas podem ser consultados pelo site: agendamarielle.com, que inclusive defendem as sete pautas de Marielle por um mundo mais justo,” explica Nauália. As pautas são Justiça Racial e Defesa da Vida, Gênero e Sexualidade, Direito à Favela, Justiça Econômica, Saúde Pública, gratuita e de qualidade, Educação Pública, gratuita e transformadora e Cultura, Lazer e Esporte.

Eleição

Caso seja eleita, Nauália Gabrielle semeará na Câmara Municipal a luta pelas mulheres promovendo o empoderamento feminino, através da fomentação de debates, palestras, circuitos e seminários. “Também promoverei políticas públicas para as mulheres voltadas para a saúde e educação. Incentivarei o empreendedorismo, a cultura e buscarei meios efetivos de proteção para as vítimas de violência doméstica. É necessária a capacitação feminina para o mercado de trabalho, através de oficinas, ensino técnico gratuito, na promoção de meios de auto sustentação financeira, ” explica.

“É de suma importância que as mulheres comecem a se interessar cada vez mais por política e que entendam a importância da representatividade feminina, a política como meio para ganharmos força contra as desigualdades sociais e de gênero. Por mais que alguns homens se comprometam com uma ou outra causa feminina, só uma mulher que passou por tudo que passou vai querer lutar com afinco contra a disparidade de gênero. Homens seguem apoiando homens há séculos. Ainda assim muitas mulheres não entenderam esse conceito de apoio mútuo, de sororidade, mas isso vem se modificando, felizmente, ” argumenta a candidata.

De acordo com Nauália, se for eleita pretende criar um site onde a população possa falar diretamente com ela, seja para criticar, elogiar e sugerir projetos. “A ideia é trabalhar junto à sociedade, deixar nesse site tudo com transparência, projetos criados, o que está sendo feito e como anda cada projeto. Criar projetos sugerindo maior transparência sobre as verbas utilizadas durante as campanhas das eleições, inclusive com pautas claras para que homens não utilizem das verbas voltadas para a inserção da mulher na política – o que vem acontecendo, dando cada vez mais autonomia para as mulheres no âmbito político, ” afirma.

Para ela, é preciso lutar para que partidos e candidatos que queiram renunciar à verba da campanha consigam fazê-lo desde que a mesma vá para o tesouro nacional e não volte para os partidos políticos como vem acontecendo. “O Congresso aprovou um orçamento com fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para 2020, e infelizmente muito desse dinheiro nem é usado em campanhas eleitorais. Ele é desviado por políticos de carreira que colecionam processos de colarinho branco. Em plena pandemia e já com tantos problemas em nossa sociedade o que não daria para ser feito com uma verba pública de R$ 2 bilhões de reais? Nosso sistema todo precisa ser repensado, e cabe a nós lutar por melhorias dentro desse sistema, que segue privilegiando os mais ricos em detrimento dos mais pobres, ” finaliza.

Outras propostas da candidata:

– Fiscalização da prefeitura e da aplicação de recursos públicos;

– Justiça social;

– Defesa da Educação;

– Incentivo ao Empreendedorismo;

– Aumentos das vagas em creches e parcerias com creches privadas, a curto e médio prazo e criação de mais CMEIS a longo prazo;

– Incentivo à cultura;

– Incentivo a instituições antidrogas e abrigos sociais;

– Meio ambiente;

– Acessibilidade;

– Nosso comprometimento com a agenda Marielle Franco – Compromissos com práticas e pautas antirracistas, feministas e populares a partir do legado de Marielle, para as eleições de 2020. – https://www.agendamarielle.com/candidatas

– Criação de Projeto onde o acusado terá que trabalhar dentro da cadeia e sustentar a vítima de violência doméstica com o trabalho e ressocialização interna, ele terá acompanhamento psicológico para quando sair, se sair, não cometer os mesmos erros.

Agenda Marielle Franco

Para conhecer, acesse: https://www.agendamarielle.com/

Campanha do TSE que incentiva a participação das mulheres na política:

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=PayJulied3E&feature=youtu.be