ANIMAIS ABANDONADOS: Fiquem atentos com  protetores, ongs, e principalmente políticos que usam esta causa como trampolim

Neste artigo estarei especificamente usando como estudo de caso, a cidade de Goiânia – GO, e um cachorrinho que foi abandonado por uma família que se mudou e o deixou em uma das ruas do bairro Jardim Goiás.

Goiânia, setembro de 2020 – Há tempos recebo em minhas redes sociais vários anúncios de ong’s, protetores e abrigos que se preocupam com o abandono e com a adoção de animais de rua, sempre acreditei e continuo acreditando nos mesmos, não em todos, mas em alguns.

Para minha surpresa no último dia 24 de agosto, segunda-feira, este cachorrinho da foto, começou a subir e a descer a rua em que moro, passava alguém e ele acompanhava até que a pessoa entrasse no edifício em que mora, voltava e ficava por ali, subindo e descendo. O animal não aparentava e não aparenta estar mal tratado e nem mesmo machucado,  não é um cão de raça, mas é um ser vivo, um animal que merece ser no mínimo respeitado.

Isso chamou a minha atenção e a de alguns moradores próximos, começamos a colocar ração, comida, e água para ele todos os dias, de manhã, a tarde e a noite, na esperança de que o dono aparecesse.

Passados cinco dias, resolvi tirar algumas fotos dele e colocar nas redes sociais, pedindo que o verdadeiro dono viesse buscá-lo. Fiz isso por mais de 6 vezes, e enviei também para a minha lista de transmissão. Mas resolvi tentar algo mais radical, pedir ajuda a dois políticos que usam a causa de abandono e maus tratos aos animais, como plataforma política, pensei: quem sabe eles conseguem um abrigo ou alguma ong para buscar o cachorrinho até que o dono apareça ou mesmo coloquem o animal para adoção. E não são políticos quaisquer não, um deles é vereador pelo segundo mandato e almoça, janta e conversa o tempo todo que ele é o protetor dos animais da cidade de Goiânia, a outra política não tem mandato, mas nas eleições estaduais passadas, obteve quase dez mil votos usando a mesma plataforma política, a causa de abandono e dos maus tratos aos animais.

Triste ilusão a minha, o vereador cheguei a falar por mensagem de aplicativo na sexta-feira dia 28 de agosto, e obtive resposta: “pode deixar que hoje irei ai ver o animal!” Não veio, resolvi tentar mais uma vez e mandei mensagem novamente no sábado. Recebi resposta:”hoje eu passo ai de qualquer maneira”. Sábado foi dia 29 de agosto, hoje são 03 de setembro e o cachorrinho e eu continuamos a espera dele, mas não creio que vá aparecer.

Não satisfeito, resolvi pedir ajuda à outra política citada acima, via mensagem de WhatsApp, o sinal de lido ficou azul e até hoje aguardo um oi dela.

Quanto as ongs e abrigos, sei que existem várias sérias, não posso generalizar, mas nenhuma delas que tenha visto e que foram citadas nas postagens em redes sociais, entraram em contato.

Com isso o cachorrinho continua por aqui, subindo, descendo, perambulando pelas ruas do Jardim Goiás e dormindo sabe-se lá onde.

Com a palavra, “os protetores de animais, ongs, abrigos e políticos que se dizem defensores desta causa”.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here