Aquele beijo

Todo mundo lembra do primeiro beijo. Para alguns, a melhor experiência da vida. Para outros, nem tanto. Cada um tem sua experiência e pode contar como aconteceu a magia tão esperada por uns, a curiosidade vivida por outros, o encantamento à luz do luar e até os testes feitos na laranja (quem nunca?). Se você tem mais de 30 anos, certamente já os fez ou ficou sabendo dessa técnica totalmente ousada (risos).

 

Existe beijo na boca, na mão, na testa, no coração. Existe beijo de namorado, amigo, marido, filha, tia, pai, mãe, abrigo. Existe jeito, técnica, paixão, amor, tormento. E existe aquele beijo. O qual você nunca deu e sempre esperou que acontecesse. Ou aquele que faz tempo que não dá por infinitos motivos. Ou aquele inesquecível que se puder, não perde a chance de roubar. Neste Dia do Beijo, 13, quero lembrar que assim como o abraço sempre foi dado, e foi proibido por enquanto, o mais importante é acolher.

 

E nunca foi tão importante acolher alguém em sua memória ou lembranças. Muitos já têm saudades daqueles que não poderão beijar. Muitos sentem saudades daqueles beijos melados de avó dados debaixo da árvore no quintal ou do velho amor que se foi. Tantas histórias que envolvem beijos, vão das novelas aos cinemas, das histórias aos poemas. Aquele beijo é o que mais espero quando eu for te ver. Será um beijo apaixonado? Será um beijo quente? Será um beijo fraquinho? Ou será um beijo de quero mais?

 

Não tem um dia que eu não pense naquele beijo, no meio da testa, quando eu te ver sorrindo pela primeira vez. Não tem um dia que eu não me iludo na ocasião do nosso primeiro de muitos beijos pela vida afora. Já te amava antes de te conhecer pessoalmente. Aquele beijo irá marcar o nosso sentimento, o cuidado e o afeto que temos um pelo outro. Tem beijo esgotado, beijo afogado, beijo lento, beijo com mordidinhas. Tem beijo com carinho, beijo gelado, beijo sensual. Tudo é carinho.

 

Quero te beijar com gosto de café só porque você não gosta. Para você tentar se irritar, mas não tem jeito. Para depois eu ofertar o meu melhor beijo. Quero te beijar de manhã, na hora do almoço, no lanche, no jantar e de madrugada. Quero te despentear com meus beijos. Quero desnudar sua alma quando receber meu beijo. Quero vibrar de emoção com suas conquistas e comemorar com beijos. Quero me desvencilhar de qualquer preocupação recebendo seus beijos. Me fiz mulher, me fiz sua para receber aquele beijo!