CAUBY, UMA PAIXÃO

No palco do teatro Claro Rio, com todas as medidas de segurança, os atores se apresentaram retomando sua  programação, já que o show não pode nem deve parar.

Eu já havia visto presencialmente o musical antes da pandemia, mas revi, já que esta é uma versão inédita, com roteiro do maravilhoso Flavio Marinho, de quem sou declaradamente fã.

Diogo Vilela continua nos surpreendendo e mostra total versatilidade ao interpretar o carismático, performático e saudoso cantor Cauby Peixoto. Com linda voz e excelente atuação, o ator faz Cauby reviver bem diante de nossos atentos olhos…

Todo o roteiro é baseado no lindo espetáculo Musical ‘Cauby, Cauby’…porém acrescido de novas canções que habitam nosso imaginário coletivo até os dias de hoje.

A delicadeza e minúcia no trabalho do diretor ficam evidentes nas escolhas de texto e repertório, como os clássicos “Conceição” e “A Perola e o Rubi”.

Tendo em cena os músicos Liliane Secco, também diretora musical e pianista e o Saxofonista Fernando Trocado, os números são belíssimos e muito bem cuidados.

De casa, cantamos, nos emocionamos e revivemos vida e obra do Pop Star da era do rádio, o inesquecível artista nessa bonita homenagem.

A verdade é que, infelizmente, nossa nova geração cibernética talvez não saiba quem foi Cauby. Mas através desse bonito espetáculo têm a oportunidade de vir a conhecer. E poderemos seguramente dizer que o que é bom não ‘sai de moda’ nem tampouco deve ‘passar batido’. Aplausos de pé para Diogo e sua talentosa equipe! Um SALVE para Cauby!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here