Como andam os aeroportos do Brasil após a pandemia COVID-19

Divulgação: Infarero

Até janeiro de 2020, os aeroportos do Brasil estavam cheios, mês de férias, quem não comprou uma passagem aérea com antecedência para aproveitar o período e sair por ai com a família, amigos ou mesmo só

Com a pandemia anunciado no final do mês de março e o grande número de pessoas infectadas pela COVID-19, os aeroportos do país praticamente pararam, não totalmente, mas o número de voos foi reduzido drasticamente, assim como o movimento.

O Na Pauta Online, conversou com a INFRAERO, sobre essas questões e sobre como os aeroportos do país tiveram suas rotinas alteradas, desde a redução do número de voos, como aglomerações nas filas de check-in de algumas empresas aéreas, mesmo com a recomendação da Organização Mundial de Saúde – OMS, para manter um distanciamento mínimo de 1 metro e a utilização de mascara. Nesta matéria, usamos como estudo de caso, o Aeroporto de Goiânia Santa Genoveva, que estava pronto para a internacionalização, dependendo apenas da parte burocrática e teve seu processo paralisado temporariamente devido ao coronavirus.

NPO – Como está a logística de embarques e desembarques no Aeroporto Santa Genoveva?

INFRAERO – O Aeroporto Santa Genoveva está funcionando normalmente e de acordo com os normas sanitárias do Ministério da Saúde e da Agência Nacional (Anvisa). Com isso, o terminal tem recebido voos de acordo com a nova malha aérea definida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pelas empresas aéreas.

NPO – Como está a rotina dos funcionários da INFRAERO, houve escalonamento devido ao COVID-19? Algum funcionário com mais de 60 anos, do grupo de risco, foi dispensado ou está trabalhando em regime especial?

INFRAERO – A Infraero vem adotando medidas alinhadas com as orientações do Ministério da Saúde e adequando seu efetivo às necessidades operacionais e administrativas do aeroporto.

NPO – Recentemente houve uma ação por parte da INFRAERO com a desinfecção de todo o aeroporto, como foi realizada esta ação e quantas pessoas estiveram envolvidas nesse processo?

INFRAERO  – Em parceria com o Exército Brasileiro, os empregados de limpeza contratados receberam treinamento específico e também compartilharam suas experiências com militares, que fizeram desinfeção de todos os percursos de embarque e desembarque de passageiros do aeroporto, assim como das áreas administrativas do terminal.

Divulgação: Infraero – Aeroporto Santa Genoveva

NPO – Recebemos fotos e vídeos do aeroporto Santa Genoveva, de grande aglomeração nas filas de check in das companhias aéreas, onde pelas imagens, se nota que não está sendo obedecido o distanciamento mínimo de 1 metro de pessoa para pessoa, a INFRAERO tem conhecimento disso, e se tem, há algo que possa ser feito referente a esse problema?

Crédito:Divulgação – Infraero

INFRAERO A Infraero tem divulgado no sistema de som e nos painéis informativos de voos as mensagens e orientações do Ministério da Saúde e da Anvisa para reforçar medidas preventivas de combate ao novo coronavírus. Essas ações foram iniciadas no mês de fevereiro e entre elas estão a demarcação de distanciamento em pontos estratégicos nos locais onde pode haver concentração de pessoas, como no acesso aos check-ins, balcões de atendimento das empresas aéreas, canais de inspeção (raio-x e detector de metal) e portões de embarque.

Divulgação: Infraero

A Infraero reforça o pedido para que os passageiros sigam as determinações das autoridades locais de saúde, bem como as instruções já divulgadas no aeroporto.

Além disso, a Infraero orienta que vá ao aeroporto apenas quem realmente precisará fazer uma viagem.

Para informações sobre remarcações e cancelamentos de voos, a orientação é que o passageiro faça contato direto com as empresas aéreas, que passaram a adotar a nova malha aérea, divulgada pela Agência Nacional de Aviação Civil no final de março. Em caso de dúvida sobre os principais Direitos e Deveres dos passageiros, consulte o Guia do Passageiro. O mesmo vale para a imprensa. As companhias aéreas é que estabelecem o fluxo de cancelamentos e alterações na malha, não cabendo à Infraero essa gestão.

Abaixo seguem as principais companhias que operam na Rede Infraero:

Latam
Gol
Azul
Map
Voepass
American Airlines (em inglês)

Aerolíneas Argentinas (em espanhol)

Lan Chile (Grupo Latam)

Tap

NPO – O aeroporto Santa Genoveva estava preparado para a internacionalização, já com toda infraestrutura pronta, com a pandemia isso foi adiado, após essa crise, há projeto para a concretização da internacionalização?

Câmera Térmica Aeroporto El Dorado Colômbia -crédito: Divulgação

INFRAERO  – Todos os itens de adequação da infraestrutura e equipamentos operacionais apontados pelos órgãos públicos relacionados às operações internacionais (Polícia Federal, Receita Federal, Anvisa e Vigilância Agropecuária) foram atendidos. No momento, é aguardada a expedição de Ato Declaratório Executivo da Receita Federal, além de pareceres conclusivos dos demais órgãos para envio de documentação à Anac, responsável pela verificação final e emissão da portaria de internacionalização do aeroporto.

NPO – Algo que deixamos de perguntar e vocês gostariam de dizer?

INFRAERO  – As operações aéreas nos aeroportos da Rede Infraero estão ocorrendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário, conforme as normas do setor, uma vez que o transporte aéreo é fundamental para o deslocamento, por exemplo, de órgãos para transplante, equipes médicas, além da movimentação de mercadorias e equipamentos de saúde.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here