Conta corrente da Zona Euro teve um excedente de 3,1% do PIB em 2019

A conta corrente da Zona Euro teve um excedente de 362.000 milhões de euros em 2019, 3,1% do produto interno bruto (PIB), em comparação com os 359.000 milhões de euros, 3,1% do PIB, em 2018.

O Banco Central Europeu (BCE) informou hoje de que este é o resultado de um aumento do excedente de bens desde 296.000 a 340.000 milhões de euros.

No entanto, no ano passado, o excedente em serviços baixou (desde 114.000 a 93.000 milhões de euros), assim como em rendimentos primários (desde 100.000 a 81.000 milhões de euros).

O défice em rendimentos secundários manteve-se estável em 152.000 milhões de euros.

Na conta financeira, no investimento direto, os residentes da Zona Euro realizaram no ano passado investimentos líquidos em ativos de fora da Zona Euro de 343 milhões de euros, muito acima dos investimentos de 202.000 milhões em 2018.

Ao mesmo tempo, os não residentes realizaram investimentos líquidos em ativos da Zona Euro de 352.000 milhões de euros, em comparação com os desinvestimentos líquidos de 5.000 milhões em 2018.

Fonte: EFE