Coronavirus: Vaticano afirma que mais de 100 padres morreram

Mais de 100 padres morreram por Covid-19 na Itália, de acordo com a Conferência Episcopal Italiana (CEI), que agradeceu aos religiosos por seu papel nesta crise “por estarem próximos do povo”.

O conselho permanente da CEI, reunido por videoconferência, reconheceu os padres que “ofereceram suas vidas” para mostrar “o belo rosto de uma Igreja amiga que se importa com os outros”, de acordo com um comunicado publicado em seu site.

Segundo a contagem do jornal católico “Avvenire”, o número total de religiosos mortos é 111, sendo o número mais elevado foi registrado na diocese de Bergamo (Lombardia), a província mais afetada pelo vírus e onde 25 padres morreram.

Milão, de acordo com o jornal, é a segunda diocese com o maior número de padres vítimas da pandemia, com um total de 13.

A CEI pediu que usassem a oração como “um verdadeiro antídoto neste momento”, uma vez que “a sombra da morte parecia se espalhar por nosso país, mas não teve a última palavra”.

No total, a Itália registrou quase 169 mil casos de coronavírus até o momento, dos quais mais de 22 mil morreram, de acordo com os dados mais recentes fornecidos pela Defesa Civil.

Fonte:EFE