Dasa doa o processamento de até 3 milhões de exames em seis meses para o diagnóstico da COVID-19

A iniciativa da criação do Centro de Diagnóstico Emergencial é uma força-tarefa que envolve a doação de serviços e infraestrutura para processamento dos exames para incrementar a capacidade de diagnóstico do Coronavírus

Goiânia, abril de 2020 – O desafio de diagnosticar a COVID-19 uniu a Dasa – líder em medicina diagnóstica no Brasil e maior empresa do setor na AL -, e o Ministério da Saúde em uma grande mobilização para criar um laboratório especializado para o diagnóstico da doença. A iniciativa, que tem caráter emergencial, poderá se tornar a maior operação no mundo para coronavírus e prevê a realização de até 3 milhões de exames de RT-PCR nos próximos seis meses.

A Dasa vai disponibilizar, de forma gratuita, profissionais e infraestrutura para o processamento dos exames em equipamentos e insumos cedidos pelo MS. “Usaremos nossa expertise para montar uma estrutura que terá capacidade de processar 30 mil exames/dia de RT-PCR, considerada a metodologia “padrão-ouro” para o diagnóstico da COVID-19″, comenta Gustavo Campana, diretor médico da Dasa, que lidera o projeto. Na Dasa, Campana é responsável pela gestão da área de análises clínicas que processa um volume anual de mais de 200 milhões de exames.

A iniciativa poderá ser ampliada de acordo com a disponibilidade de equipamentos e entrada de outras empresas no projeto. “A expectativa é que outras empresas do setor se integrem à mobilização e contribuam para ampliarmos, juntos, a capacidade produtiva e o acesso aos exames para o maior número de brasileiros, nesse momento desafiador para a saúde global”, explica Emerson Gasparetto, vice-presidente da área médica da Dasa.

Caberá ao Ministério da Saúde definir a população alvo e prioritária elegível para realizar o exame de diagnóstico da COVID-19. Para a etapa de coleta, foi publicado hoje (20) no Diário Oficial da União o chamamento público para submissão, com prazo até 22 de abril. O resultado deve ser divulgado em seguida pela pasta. Todos os exames coletados serão encaminhadas para processamento no Centro de Diagnóstico Emergencial, localizado em Alphaville (SP), com gestão totalmente apartada da operação da Dasa.

Sobre a Dasa

A Dasa é líder em medicina diagnóstica no Brasil, maior empresa do setor na América Latina – atua no Brasil e na Argentina – e 5ª maior no mundo, com foco em análises clínicas, diagnóstico por imagem e medicina genômica. A companhia conta com um time de mais de 20 mil colaboradores e 2 mil médicos, renomados no Brasil e no exterior, que atuam em uma rede robusta e capilarizada de cuidados com a saúde em todo o país. Por meio de suas mais de 40 redes de laboratórios distribuídas em cerca de 800 unidades – como Delboni Auriemo e Salomão Zoppi (SP), Sérgio Franco e CDPI, (RJ), Laboratório Exame (DF), entre outros -, a Dasa realiza mais de 250 milhões de exames por ano.

Considerado um dos mais importantes players de Saúde, a Dasa atua com o propósito de impactar positivamente a saúde das pessoas e tem como compromisso ser um agente de conexão do setor por meio de uma medicina mais inteligente, preditiva e personalizada. Em novembro de 2019 a empresa anunciou a união com a Rede Ímpar, segunda maior rede independente de hospitais do Brasil, que reúne hospitais como 9 de Julho (SP), Santa Paula (SP), São Lucas (RJ), CHN (RJ), Hospital e Maternidade Brasília (DF) e Hospital Águas Claras (DF).

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia, o que a reportagem tem que deixar mais claro é que essa empresa nao está DOANDO os exames, pois os insumos para os testes serão comprados e pagos pelo governo (nossos impostos). Na realidade, a empresa está doando a mão-de-obra e estrutura pra realizar (lógico que deve ter uma contra-partida por trás disso tudo).

Responder a Rodrigo Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here