De gente grossa o mundo está cheio

Se o “Profeta Gentileza” ensinou que “Gentileza gera Gentileza”, muitas pessoas atualmente não entenderam este chamado. Porque o que vejo de gente grossa no mundo não comporta as histórias do gibi. E isso muito me incomoda independente de quem seja. O grande Chico Xavier dizia que ficava triste quando alguém o ofendia, mas ficaria mais triste ainda se fosse o ofensor. Sim, magoar as pessoas como ele mesmo citou é terrível.

O mundo pode estar caindo na sua cabeça, mas se você, independente da idade, não tiver inteligência emocional, de nada adianta. Não adianta fugir, dizer que as pessoas estão erradas, jogar para o universo. Gentileza é algo que se constrói ao longo da vida e não tem nada a ver com ser boazinha ou bonzinho. Somos o que somos, ficamos incomodados e precisamos melhorar como pessoas a cada dia.

Estava pensando hoje mais uma vez que não viemos a este mundo a passeio. Cada pessoa, como diz a frase “é benção, presente ou lição”. Ultimamente ando só colhendo as lições. Nenhuma é benção ou presente. Infelizmente. E olha que sou bastante positiva em tempos trágicos. Eu participei de um projeto que distribuía gentileza através de frases, objetos, encontros. Por isso, talvez a grosseria me despedaça o coração. E não tem nada a ver com sentimentos.

As pessoas merecem ser amadas independente de merecimento como o próprio Cristo firmou, contudo a humanidade, muitas vezes esquece desse ensinamento. Por favor, deixe sua grosseria lá fora que o meu coração é frágil, é sensível e ainda acredita na bondade humana. Assim como as cidades estão doentes, Luís Fernando Veríssimo lembrava que “o mundo não é ruim, só está mal frequentado”. Que eu não faça parte dele. Porque penso colori-lo com as melhores cores, sorrisos e muita gentileza por onde eu for

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here