Dicas de prevenção de incêndio na cidade e no campo

Não é de hoje que lidamos com a primavera em setembro, altas temperaturas e baixa umidade do ar. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura mínima de Goiânia está em 15, 9º e a máxima, 35, 4º, com 14% de umidade relativa. A previsão para a primeira quinzena de setembro para todo o País é de massa de ar seco.

Segundo os Bombeiros de Goiás, a fumaça e a fuligem proveniente de queimadas associadas a altas temperaturas e ao clima seco desenvolvem problemas respiratórios, intoxicações e doenças pulmonares. Não basta lidar com a pandemia do novo coronavírus, precisamos nos atentar com a prevenção de incêndio seja na cidade ou no campo. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) cita 13 dicas que são regras básicas. Veja abaixo:

1-Esteja com o telefone do Corpo de Bombeiros – 193 sempre à vista;

2-Conserve as caixas de incêndios em perfeitas condições de uso;

3-Os extintores precisam estar em locais de fácil acesso, carregados e revisados periodicamente;

4-Manter a revisão periódica da instalação elétrica do prédio e procurar a existência de possíveis vazamentos de gases;

5-Evitar o vazamento de líquidos inflamáveis;

6-Mantenha o ambiente ventilado;

7-Não dificultar portas de halls, elevadores, porta corta-fogos ou outras saídas para áreas livres, com materiais ou equipamentos;

8-Utilizar cera nos pisos com cuidado. Não deixar estopas, flanelas embebidas em óleos ou graxas em locais inadequados;

9-Realizar alerta sobre o ato de fumar em locais proibidos como elevadores e o cuidado de atirar fósforos e pontas de cigarros em qualquer lugar;

10-Aconselhar quem não está trabalhando home office ao término da jornada de trabalho em desligar os equipamentos elétricos;

11-Informar ao Corpo de Bombeiros em caso de incêndio com o máximo de informações possíveis (ocorrência, fácil acesso ao local, pessoas acidentadas, inclusive nas proximidades);

12-Jamais utilizar elevadores em caso de incêndio;

13-Não é somente na pandemia, mas evitar aglomerações  para não dificultar a ação do socorro e manter a área junto aos hidrantes livre para manobras e estacionamento de viaturas.

Lançamento Operação Cerrado Vivo 2020

 No último sábado, 5, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) lançou em coletiva de imprensa, no Comando de Operações de Defesa Civil (CODEC), ao lado do Estádio Serra Dourada, em Goiânia, a Operação Cerrado Vivo 2020. Escolhida por ser o Dia Mundial do Meio Ambiente, o objetivo de acordo com o Tenente Coronel Pedro Carlos Borges de Lira, comandante da Operação é detectar os focos de incêndio ainda no início para evitar a propagação nas áreas monitoradas. Uma das novidades é a utilização de drones que monitoram as áreas propícias aos incêndios nesta época com imagens em tempo real.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar, as ações de prevenção continuam com parcerias com sindicatos rurais, cartilhas de orientação, visitas a propriedades rurais, oficinas para confecções de abafadores e treinamentos de brigadas de incêndio, e ações de combate efetivo ao incêndio em vegetação. Dados sinalizam que nos primeiros cinco meses deste ano, foram contabilizadas 976 ocorrências, mais da metade no mês de maio. A Operação irá trabalhar também com ações de fiscalização de incêndios urbanos, em parceria com as Prefeituras.

Queimadas

 O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) monitora focos de fogo ativo de queimadas e de incêndios florestais detectados por satélites, e o cálculo e previsão do risco de fogo da vegetação, além do mapeamento das cicatrizes de áreas queimadas. O Programa Queimadas possui sistemas de monitoramento, relatórios e publicações, informações e contato. Até o fechamento da matéria (07/09), o Brasil contabilizou 107.955 focos e foram detectados para o bioma Cerrado 29.254 pelo satélite de referência.

Lembrando que provocar incêndio em mata ou floresta é crime. A pena é reclusão de 2 a 4 anos e multa segundo a Lei 9.605/98. As orientações dos Bombeiros são de não colocar fogo em lotes baldios, não jogar cigarros acesos pela janela do veículo, realizar aceiros para a proteção das propriedades, preservar a fauna e a flora silvestre, antes de iniciar uma queimada controlada é preciso consultar o órgão ambiental da região, manter os lotes limpos sem uso de fogo, não soltar fogos de artifício próximo de regiões secas e sempre acionar o Corpo de Bombeiros pelo 193.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here