Falta poesia!

Dentre as tragédias diárias, as flores ainda nascem nas encostas das estradas, e as estradas te levam a entradas de cidades, estados, de países de uma nova morada, de um lar, novo ou já conhecido!

O Sol ainda aquece os dias de sofrimento, e também os dias felizes de quem ainda pode ver a noite chegar! Um dia é uma viajem no tempo! Pois a cada minutos tudo pode mudar!

De uma viagem, as pressas, ou na tranquilidade do mar, num vai e vem, como as dores, como as perdas dos que se foram, ou do sorriso dos que ficam, esperando a morte chegar! E ela acaba chegando! Hoje, amanha ou depois!

Mas enquanto ela não chega, viva! Sorria, divida o pão que você não pode levar! Sinta!

Deveríamos espera o dia seguinte! Na esperança que nasce com ele, de um dia melhor!

Esperar? Que venha até você? Ou caminhar, até que se encontre, encontre e faça com que outros o encontrem também! Um tesouro, um amor, uma vida nova, na metanoia de ser um ambulante, de lá pra cá! Sem lugar pra pousar, pois quando pousar que seja, para sempre ficar! Lá, onde Ele está!

Esperando por você! E você?

Perto da imensidão do mar, acho que gosto do mar, das ondas, da areia, da imensidão do espaço que há, entre aqui e lá! Ligados pelo horizonte, azul! Da cor…

Gosto do ar, do vento que sopra, das aves que plainam no céu, no céu onde Ele está!

Aqui ou lá, não é sobre o lugar, é sobre estar, bem estar, estar bem! Com você, comigo e com todos que são! Bons, maus, melhores ou piores, maiores aqui, menores lá, grandes lá, pequenos aqui!

É pra deixar pra lá, o rancor, a mágoa, o ódio! A raiva! Esse deprê… É pra deixar pra lá!

Do tamanhos dos pequeninos, do tamanho da revolta, da sede e fome, do tamanho que a justiça deve ser, ser com empatia, com a esperança da volta, da revira volta, da revolução, do perdão!

Da servidão? De servir quem não serve ninguém? Não! Dá servidão de servir quem não tem como te pagar a não ser que seja com gratidão! Servidão, gratidão, compaixão que rima como caixão!

Rima com crucificação! Que rima com salvação! Que rima com obrigação! Já falei gratidão?

Me lembrei de furacões, que passam pelos campos que continuam verdejantes, como antes! Eles passam, muitos já passaram e sempre passará, e nada me faltará! Por quê?

Pois como se diz por ai, tudo passa, até uva passa! O que não passa são as uvas desligadas da videira, essas nem nascem! Assim como não deveria nascer o mau dentro de você, deveria nascer amor, por você, por mim e por todos aqueles que vivem, no mesmo mundo que, se não te odeia, te ama, e se te ama, é porque o amor está em você! Para resplandecer!

Até você começar a parecer com o que é perfeito! Mesmo sem ser!

E é ai que a beleza toma conta, no caminhar, na corrida, no encontro!

Na solidariedade, no confortar quem chora, no ajudar quem sofre, no sentir de verdade a dor do outro! No compadecer! No tentar entender que sem harmonia não há vida! Sem equilíbrio!

Sem parcialidade! Com senso de respeito! Bom senso…

Se as famílias de 400 mil choram, que chorem junto os 200 milhões! Choremos juntos!

Vamos chorar hoje para sorrir amanha, sorri com a vida, com os amigos e até com os inimigos!

Vamos nos vestir de humildade, de mansidão, de sabedoria!

Deixando a estupidez cair, plantando a paz, para colher a felicidade!

Que não seja um para todos, mas que seja todos por um! Um que pode ser você!

Seja o que se rende, seja o que gere a mudança, seja o que não usa as armas dos inimigos!

Seja livre! Seja amigo! Criativo, para criar pontes, derrubar barreiras, para voar, para sonhar, para concretizar sonhos, mesmo que seu sonho seja um que ninguém sonhou ainda!

De um mundo melhor, seja você o conscientizador de boas novas!

Cuide de seus passos, escolham as palavras certas, não use a espada! Use um lápis, e comece a escrever a sua história, a partir de agora! Seja o poeta de sua própria vida!

Anuncie que tudo isso vai passar, e vai chegar o dia em que a morte não nos alcançará!

Mas se alcançar, antes deste dia chegar, vá, pro lado de lá! Onde Ele está!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here