Líder do Podemos na Câmara, afirma que reeleição no Brasil é sinônimo de corrupção

Foto divulgação

Para o deputado federal José Nelto, os mandatos devem ter duração de cinco anos, e ao final destes, não deverá haver a possibilidade de reeleição

Um dos males do Brasil é a corrupção que, infelizmente, se faz presente nos três poderes. Alguns políticos acabam fazendo de seus mandatos uma possibilidade de aumentar o próprio capital.

Para o líder do Podemos, Deputado Federal José Nelto, uma medida para minimizar a corrupção é acabar com a reeleição. “Eu defendo o fim da reeleição  para o executivo. A possibilidade de reeleger no Brasil criou uma rede de corrupção no país, além de ter aberto portas ao nepotismo e ditadores”,ressalta o parlamentar.

deputado federal afirma que parcela dos políticos têm saqueados os cofres públicos,levando ao abismo econômico estados como o Rio de Janeiro, Paraná, Goiás e Minas Gerais. “O prejuízo, mais uma vez, fica para a população”, pontuaNelto.

Outra alternativa, segundo o Líder do Podemos, é ampliar o tempo de mandato para cinco anos e, em um segundo momento, trabalhar para que o parlamentarismo seja o novo sistema de governo.  “O parlamentarismo põem fim a golpes, a governos autoritários e atribui toda a responsabilidade ao parlamento, já que este fica responsável por fazer e executar o orçamento”, explica o parlamentar.

Além disso, o líder do Podemos, José Nelto, acredita que essa é uma forma de acabar com o ‘toma lá, dá cá’ na política. Afim de debater essas questões, Nelto prevê que esse assunto seja abordado após a votação em segundo turno da Reforma da Previdência. “Solicito ao presidente Rodrigo Maia e ao colégio de líderes, que esse seja o primeiro debate após o segundo turno de votação da Reforma da Previdência”, disse Nelto.