Mais um ano de pandemia. Com um respiro por estarmos vacinados (as) ou quase todos, pelo menos. Quem ainda não se vacinou já deveria. Mas enfim! A lista de presentes para o Natal é algo que vivi, ouvi e aprendi neste ano que está chegando ao fim. E não é um relógio caro, uma joia, um vinho, um carro, uma roupa. Nada disso. Para você que ainda não adquiriu os presentes, reflita agora mesmo e tente colocar em sua vida um pouco disso.

Mas já vou avisando que essa lista não servirá para todos porque cada um está em um grau de evolução na vida, cada um passa por alguma dificuldade ou aprendizado diferente, mas tenho certeza que alguém se identificará com algum elemento daqui. Caso ainda não, é só passar a leitura para frente.

Não participe de ceia com pessoas tóxicas

Desde que minha avó faleceu, o Natal planejado, preparado e vivido aqui em casa nunca mais foi o mesmo. E olha que a gente só entrava no clima de ceia, fartura, presentes após chegar da missa. Já era bem tarde, porém como ela sempre foi tradicional, seguíamos o roteiro com amor, carinho e fome. Risos à parte.

Meu primo e amigo querido me ensina sempre que é melhor ficar sozinho que mal acompanhado. Na idade que eu e ele estamos, a ceia (se existir neste contexto) deve ser vivida sozinha ou com pessoas que nos sentimos bem.

A Titi Vidal menciona sobre isso no Podcast Astrológicas. Ouça aqui: https://open.spotify.com/episode/016uQ8q14O5ivKNyFjqHtO

Não faça coisas boas ou pratique o bem somente em dezembro

 Quem sente fome e é necessitado (a) sente fome todos os dias, e não apenas em dezembro. Tente (se você tiver condições) selecionar uma instituição, a Pastoral de Rua ou movimentos que cuidam desse trabalho de praticar o bem e a caridade todos os dias. Você se sentirá bem sempre, e não cumpre apenas o protocolo de gratidão no mês ou porque sobrou um pouco do 13º para fazer uma boa ação. Todo dia é dia de ajudar alguém com um prato de comida, uma roupa, um calçado, um novo emprego, uma acolhida, conforme for. Somos iguais ou pelo menos deveríamos ter essa consciência sobre a humanidade.

Não participe de amigo secreto/oculto por ‘obrigação’

 Os memes estão em todos os locais e muita gente já está postando os presentes ‘nada a ver’ nas redes sociais. Amigo secreto/oculto nunca foi feito para agradar. Mas para receber sorrisos falsos e de decepções quando não tem um valor estipulado ou existe a compra de algo que a pessoa não quer, não gosta e não vai usar. Prefiro que alguém me dê algo em um dia aleatório porque aquele presente ela teve a sensação de que se lembrou ou fez por mim.

E não digo muita coisa: pode ser um poema, uma carta, um chocolate. Existem diversas maneiras para se agradar alguém. Esse tipo de troca de presentes não tem cuidado algum, apenas pessoas enlouquecidas para comprarem qualquer coisa na loucura que é o final de ano. Acúmulo de estresse e aglomeração.

Deixe a uva passa onde ela deve estar

 Sou fã de uva passa. Se eu pudesse tomaria com café. E entendo que muitos detestam. Se você gosta, coma. Se não, deixe ela para lá sem colocar no prato, desperdiçar ou maldizer a ‘bichinha’. Ela não tem culpa de nada. Não é somente no Natal que ela aparece. Em restaurantes por quilo, faz muito sucesso nas saladas e ninguém reclama nos outros dias do ano. Colocam no prato quando querem.

Presenteie o Menino Jesus com o seu coração

 O Menino Jesus é o aniversariante e ele renascerá em seu coração se você assim permitir. Aprendi que não preciso pedir nada para ele, apenas agradecer. Ele sempre sabe o que é melhor para mim. Claro que nessa estrada haverá choro, luta, sofrimento. Porém, se eu ressignificar tudo que vem a mim, assim como ele, posso pensar que vem calmo, em paz, com serenidade, facilidade e no tempo dele. A vida não precisa ser somente lamento (sei que fazemos isso muitas vezes). Ele só quer o seu coração e o tempo do sinal chegou! Espero que aproveite essa lista e me conte aqui embaixo quais serão os pontos que você seguirá, irá viver ainda, aprender ou que conquistou com sabedoria neste ano tremendo.