A mulher atual, uma caixinha de surpresa, mudanças no padrão masculino se faz necessário.

Ser mulher hoje é como sempre foi, só que diferente. É lidar com os perrengues da menstruação, da menopausa, da maternidade, da velhice, da violência, do medo, do preconceito, do trabalho. Ao mesmo tempo, com mais possibilidades. Ser mulher agora é plural, é ter múltiplos braços, é estar “on” o tempo todo.

Enfim a mulher de hoje em dia não é mais a mesma mulher que tínhamos antigamente.

O perfil tradicional de mulher nos mostra uma pessoa que era “adquirida”, ganhava o título de esposa de fulano de tal e de presente vinha sua anulação como ser humano, pois no casamento ela não tinha voz ativa, vivia somente para satisfazer as vontades de seu dono.

A mulher era adquirida como uma escrava, um objeto, era considerada um ser inferior, e tudo isto era visto com normal e natural, inclusive para outras mulheres.

Os anos se passaram e eis que as mulheres foram se modificando, se moldando e atualmente chegaram a um perfil totalmente diferente do padrão.

A necessidade de ter qualidade de vida, de ter novas opções de vida e principalmente a necessidade de ser um ser humano, as levou a uma grande luta pelos seus ideais e direitos.

O que nos deixa com uma imensa dúvida, e os homens, será que perceberam essas mudanças com o passar dos anos ou estão acomodados, lutando por algo que não existe mais?

Eis a pergunta que não quer calar, pois cada vez mais percebemos a inexperiência dos homens quando o assunto é a mulher atual. As mulheres antigas não sabiam falar “não” e as de hoje sabem falar “não” de uma forma bem natural e rotineira.

Quando uma mulher atual fala “não”, temos um comportamento por parte dos homens, bastante infantil quando é contrariado, nos mostrando imaturidade no comportamento masculino, querendo obrigar a mulher a ser como antes.

Em prol de suas vidas, de se pertencer, de ter uma qualidade de vida básica, muitas tem morrido ou ficado com sequelas terríveis, nas mãos destes homens que não acompanharam a evolução no perfil feminino.

Hoje o massacre para com as mulheres, acontece de forma diferenciada pois antigamente elas sofriam preconceito, eram anuladas, eram exploradas, eram estupradas, eram agredidas, dentro de suas casas pelos próprios maridos e hoje isso acontece dentro de casa e fora de casa, pois por mais que a mulher tenha mudado, alguns homens querem obrigar elas a serem como antes e hoje isso é impossível, não seria melhor e mais fácil eles se adaptarem às modernidades da vida? E não ficarem dando “birras” para que as mulheres sejam como antes, tenho o orgulho de informar, homens não existem mulheres como antes hoje em dia.

Para que possamos ter um salto em relação a relacionamentos entre homem e mulher, será necessário mudanças comportamentais por parte dos homens.

Percebemos tentativas de mudanças, mas tem sido um grande caos, pois eles estão querendo se colocar no lugar das mulheres antigas em relação a alguns quesitos, não é difícil encontrarmos homens que querem ficar em casa e a mulher sustenta tudo o que também não dá certo, temos a função masculina e feminina dentro de toda relação e para que a relação dê certo é necessário manter o equilíbrio.

Precisamos chegar até os homens, precisamos informá-los que a mudança é necessária e que se a mulher disse não é não e a vida segue e pessoas vem e vão em nossas vidas e não por um relacionamento incompatível a mulher tenha que perder a vida, como  vemos todos os dias.

Homens não somos propriedades de vocês, queremos andar lado a lado com vocês e se não der certo que possamos ser felizes em um novo recomeço.