Na ponta da língua

Geralmente, o Dia Nacional da Língua Portuguesa, é celebrado nos dias 05 de maio e 05 de novembro. Mas no dia 10 de junho, também se comemora a língua em homenagem ao poeta português falecido em 1580, Luís de Camões. Quem nunca ouviu falar do poema mais famoso e importante da literatura portuguesa chamado “Os Lusíadas”?.

De acordo com a Dra. em Estudos da Cultura, Rebeca Fuks, na verdade, “Os Lusíadas” é um clássico da literatura portuguesa publicado em 1572, e é dividido em dez cantos, um longo poema épico de grande elogio ao povo português. Já que a pandemia nos impossibilita de sair para a rua e evitar se contaminar, muitas pessoas estão passando um período maior em casa.

O Observatório da Língua Portuguesa, inclusive, aponta que o português é uma das 10 línguas mais utilizadas na internet no mundo correspondendo a 171 milhões de usuários. A primeira é o inglês, seguida do chinês e o espanhol fica em 3º lugar.

Ao ver esses dados estatísticos fiquei espantada já que a língua portuguesa é falada em diversos países tais como Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Guiné Equatorial que a possuem como língua oficial.

Em ambiente escolar, em produção de poemas, em conversas do cotidiano, em concursos literários, em planejamentos escolares, a língua portuguesa está presente em diversos momentos e ocasiões. No Brasil, temos um importante museu concentrado na cidade de São Paulo chamado Museu da Língua Portuguesa que está sendo reconstruído por conta de um incêndio ocorrido em 2015. A previsão de reabertura era de que acontecesse ainda no primeiro semestre de 2020, mas não há previsão de abertura.

Museu da Língua Portuguesa – Foto: Agência Brasil

O Museu informou que a obra de reconstrução é um exemplo de sustentabilidade com utilização de técnicas e materiais certificados que garantem economia de energia, gestão dos resíduos e 85% da madeira usada nas portas e janelas foi reaproveitada. E como prega o Museu, símbolo da cidade e para nossa cultura “O Museu está sendo reconstruído. Mas é a nossa língua que está sempre em construção.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here