O Povo Paiter-Suruí está em estado de emergência: como escolher entre a falta de mantimentos e a contaminação?

Contribuir com os Paiter-Suruí é contribuir com a preservação da Amazônia.

A Campanha Paiter: Povos da Floresta contra COVID-19 é uma força-tarefa urgente para garantir cestas básicas e itens de higiene para 380 famílias na Terra Indígena Sete de Setembro por pelo menos três meses. A entrega das cestas torna possível a retomada do isolamento e interrupção da propagação do coronavírus nas aldeias. A campanha vai até dia 03 de outubro, e é uma parceria entre lideranças indígenas, o Instituto Wãwã Ixotih e a Associação Metareilá.

Essa campanha é a primeira parte de um projeto maior, que tem como próximas etapas a retomada das tecnologias Paiter de cultivo de roças, e o desenvolvimento de infraestrutura para prevenção e tratamento de doenças dentro do território. O objetivo final é gerar autonomia alimentar e na área da saúde, recuperando a independência das aldeias em relação aos centros urbanos.

O primeiro contato dos Paiter-Suruí com não indígenas aconteceu em 7 de setembro de 1969. Em poucos meses, a população passou de 5.000 pessoas para 250 com a epidemia de sarampo trazida pelos soldados da borracha. Hoje em dia são 380 famílias (aproximadamente 1.700 pessoas) distribuídas por 28 aldeias.

Essa história se repete com a chegada do coronavírus: durante os primeiros meses da pandemia, o Povo Paiter fez um trabalho exemplar de isolamento e prevenção. A exposição só aconteceu por que os mantimentos de comida e higiene faltaram dentro do território, e não existe nenhum auxílio do Estado. Isso obrigou a população Paiter a se expor: a chegada da covid-19 é questão de tempo quando as opções são a fome ou a contaminação.

O Povo Paiter é guardião da floresta – e está sob o risco da dizimação, perdendo anciões e lideranças de forma assustadoramente rápida desde a chegada do coronavírus nas aldeias, repetindo a história da epidemia de sarampo após o primeiro contato nos anos 60. Quando morre um ancião, morre uma parte da história e da cultura que jamais será recuperada.

Essa campanha tem potencial de impacto na vida de pelo menos 1.700 pessoas diretamente – mas não nos esqueçamos: colaborar com os Paiter-Suruí significa ajudar a floresta, e salvar a floresta é garantir a sobrevivência de todos nós.

Para saber mais:

Instagram paiter surui 

Material gráfico EN, ES, IT

Link para campanha

Vídeo da campanha

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here