O terremoto que deixou mortos e causou tsunami entre Grécia e Turquia

Pelo menos 22 pessoas morreram e 200 ficaram feridas após um forte terremoto atingir a ilha grega de Samos, no leste do país, e a costa do mar Egeu da Turquia. Dois adolescentes foram confirmados entre as vítimas na cidade de Izmir.

O epicentro do terremoto de magnitude 7.0 na escala Richter ocorreu na província de Esmirna, na Turquia, segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O governo turco, porém, afirma que a magnitude foi de 6.6.

O terremoto também foi sentido em Atenas e Istambul, a capital grega e a maior cidade turca, respectivamente.

Além das mortes e feridos, a Turquia também relatou o desabamento de uma série de edifícios na cidade de Esmirna.

A televisão pública grega ERT transmitiu testemunhos que mencionam danos materiais significativos na ilha de Samos.

Relatos indicam que o movimento gerou um tsunami que inundou o porto da ilha grega e de Esmirna, na Turquia.

A Turquia e a Grécia estão em cima de uma das falhas geológicas mais ativas do mundo, portanto, terremotos são comuns em ambos os países.

O USGS disse que o terremoto, que também foi sentido em Atenas e Istambul, atingiu a profundidade de 10 km, embora as autoridades turcas tenham dito que foi 16 km abaixo do solo.

Em Esmirna, a terceira maior cidade da Turquia — com uma população de quase 3 milhões de pessoas — muitos foram vistos correndo pelas ruas em pânico após o terremoto. Pelo menos 20 edifícios desabaram.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram o momento em que um prédio de vários andares desabou, segundo Orla Guerin. Outras imagens mostram moradores locais retirando escombros em busca de sobreviventes.

Houve relatos de enchentes na cidade depois que o nível do mar subiu e alguns pescadores estão desaparecidos.

“Foi um chacoalhão muito forte, quase o suficiente para derrubar você. Fugi de casa com meus filhos balançando como se eu tivesse bêbado”, disse Chris Bedford, um professor britânico aposentado que mora em Urla, a oeste de Esmirna.

Uma das vítimas fatais confirmadas se afogou, informou a agência turca de emergências.

Yasar Keles, um oficial em Sigacik, perto de Esrmirna, disse que uma pessoa morreu depois que a cadeira de rodas dela foi atingida e derrubada pela enchente.

Autoridades disseram mais tarde que 70 pessoas foram resgatadas sob os escombros.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que o governo vai ajudar as pessoas afetadas pelo terremoto “com todos os meios disponíveis”.

Na ilha grega de Samos, onde também ocorreram inundações, os residentes foram orientados a ficar longe das áreas costeiras.

Em janeiro deste ano, mais de 30 pessoas morreram e mais de 1.600 ficaram feridas quando um terremoto atingiu Sivrice, na província de Elazig, no leste da Turquia.

E em julho de 2019, a capital grega, Atenas, foi atingida por um terremoto que deixou grande parte da cidade sem energia elétrica.

Texto redigido em 1 de novembro de 2020 / Fonte:BBC