Qual a melhor forma de gastar seu décimo terceiro?

Fim do ano chegando e você está prestes a receber seu 13º salário. É um alívio para quem tem um trabalho fixo, CLT, com registro. O direito ao 13º salário é uma garantia que a lei brasileira confere ao trabalhador com registro profissional. E, esse salário, digamos “extra” tem algumas razões para existir e, dentre elas aquecer a economia no período do Natal e final de ano. Mas, será que essa é a hora de torrar o 13º? É importante lembrar que diversos outros gastos relacionados de fim de ano e início do ano seguinte, como IPVA, IPTU e Imposto de Renda, entre outros, podem precisar de uma atenção maior.

E, se ao longo do ano, com o fechamento dos meses, ficou alguma pendência? Essa seria a oportunidade de quitar ou amenizar algum valor excedente. Qual é a melhor estratégia para alinhar e direcionar o dinheiro do 13º, equilibrando a forma de gastá-lo? Algumas dicas que podem auxiliar nesse momento.

Ter critério com a quantidade e o destino dos gastos na época mais cara do ano

Sabemos que essa época do ano é difícil priorizar os gastos. Ainda mais por ser um mês com data comercial, o Natal e, também, de um possível planejamento de férias, com viagem, por exemplo. Para isso, pode se organizar com o gasto de um cartão de crédito. Com ele, mesmo parcelando algo, você pode direcionar o 13º para algo mais urgente e, em algo que ficará para o próximo ano, pode lançar mão do dinheiro de plástico. E que tal unir uma coisa com a outra? De repente presentear seus amigos e familiares no final do ano e, viajar?

Pagar algumas contas à vista pode eliminar dores de cabeça futuras

Muitas lojas, prestadores de serviços e instituições financeiras, a título de faturarem mais, oferecem descontos bem interessantes para pagamentos à vista, tanto em cartão de débito quanto em dinheiro. E essa dica é especialmente importante no final do ano. Reservar uma quantia para esse fim pode ser algo financeiramente vantajoso.

Caso queira, por exemplo, unir o útil ao agradável, fazendo suas compras para o fim de ano, sem precisar pagar à vista, com certo cuidado, muitos estabelecimentos e lojas físicas oferecem seu próprio cartão. Eles podem conferir alguns benefícios.             

Por exemplo, a rede de lojas Marisa oferece um cartão sem cobrança de anuidade. Permite o parcelamento das compras em 7x ou 8x fixas, com juros, porém com até 100 dias para começar a pagar; acúmulo de pontos revertido em compras e, desconto de 10% no mês de aniversário. Mas aí, após o uso como cancelar o cartão Marisa que você não terá mais interesse? É simples, procure o serviço de atendimento ao consumidor e solicite o cancelamento. Quitando a fatura, estará em dia.

Calcular o valor do 13º salário: estratégia para não gastar mais do que deve

Talvez seja a dica mais importante a se levar em conta: saber que sobre o valor do 13º salário incidem descontos como Imposto de Renda e INSS. Tendo tudo na ponta do lápis, saberá exatamente qual o valor que poderá contar.

Se tiver dívidas de cartão de crédito, por exemplo, direcione o 13º para quitá-las

Sabe que uma dívida de faturas em atraso e acúmulo de juros pode colocar uma pessoa em desequilíbrio financeiro, prejudicando a saúde mental. E, por mais que essa situação pareça sem solução, o 13º salário talvez seja justamente o alívio financeiro para quitar essas dívidas. É melhor quitar as pendências do que lidar com juros de cartão em época de festas natalinas.