Solidão: Vilã ou mocinho?

 

Um dos maiores medos do ser humano, se relaciona a estar sozinho e a enfrentar a solidão, afinal o que vem a ser esta fase, que todos passam em suas vidas?

A solidão, é a sensação de estar sozinho, de abandono e exclusão, normalmente é compreendida como sendo algo negativo, pois pode gerar sentimento de tristeza, alteração no bem-estar e aumentar as chances de desenvolver estresse, depressão ou ansiedade, podendo gerar até mesmo atos extremos como suicídios.

Mas será que estar só, que a solidão é tão ruim assim?

No entanto, estar sozinho também pode trazer muitos benefícios, como aumento na criatividade, mais foco nas atividades do dia-a-dia, autoconhecimento, amor-próprio, amadurecimento e liberdade.

Estar só pode não ser muitas vezes uma escolha, as vezes a vida nos impõe, mas é importante ter, pelo menos, um momento consigo mesmo para que haja o entendimento das próprias emoções e vontades, para análise de comportamentos e resolução de situações e até mesmo problemas e, assim, tirar bom proveito dos momentos de solidão.

Existem muitas coisas boas em se estar sozinho, muitas pessoas têm feito esta escolha e acabam desenvolvendo:

 

  • Preferência por ambientes silenciosos;
  • Não costumam falar muito, apenas o necessário;
  • Poucos laços de amizade, porém duradouros;
  • As relações sociais tendem a ser mais profundas;
  • Se sentem desconfortáveis em ambientes com muitas pessoas;
  • Não gostam que mexam nas suas coisas;
  • Apego às coisas materiais;
  • Costumam ouvir mais.

Mas a solidão e o silêncio são incrivelmente curativos para extrovertidos e introvertidos. Pense na sua vida em termos de ciclos, ciclos esses que vão em vem. Assim como a terra, você precisa de estações de descanso para florescer plenamente durante as estações de abundância. Não pode ser verão o ano todo!

 

Estas fases nos trazem:

 

– Descanso;

– Autoconhecimento;

– Criatividade;

– Espiritualidade;

– Cura;

– Conexão;

– Saúde do cérebro.

 

Muita gente julga os momentos de solidão (como ao término de um relacionamento, por exemplo) como uma situação de desânimo, tratando de procurar o mais rápido possível alguém que possa preencher o vazio emocional que está sentindo. Então, já que você sabe que vai ficar sozinho por um tempo, por que não tenta se adaptar à situação o mais rápido possível? Uma boa forma para conseguir se adaptar é descobrir novos hobbies, interagir culturalmente com algo que te agrade, ou simplesmente retomar velhas amizades e principalmente a estar consigo mesmo, a se amar, se criticar, elogiar e se cuidar.

A solidão também proporciona muita liberdade. Sendo assim, você pode utilizá-la para o seu próprio benefício.

A verdade é que a solidão faz a pessoa amadurecer. E, com ela, o que você pode fazer é dar a devida atenção a qualquer problema que venha em mente. Dessa forma, você poderá conhecer a raiz do problema e, assim, solucioná-lo com seus próprios meios, sem depender de ninguém para isso.  E o que vai conseguir com isso? Você irá se tornar uma pessoa muito mais independente, emocionalmente forte e com uma maior autoestima.

Como você pôde ver, a solidão pode trazer muitos benefícios. É importante saber aproveitar este momento de nossas vidas (seja ele motivado por o que quer que seja), para “mimar” um pouco a nós mesmos. E o mais importante, não cair no sofrimento ou na depressão.

Ao ficarmos sozinhos, podemos assumir nossa própria identidade, nos conhecer de forma livre e agradável, permitindo-nos formar um relacionamento amoroso no futuro mais forte e seguro.

Na verdade, é um fato comprovado que as pessoas que sentem a necessidade de estarem acompanhadas por outras pessoas sempre, no fundo, escondem deficiências de vários tipos e, acima de tudo, medos.

A solidão pode ser convertida em uma prática. É muito positivo ter um tempo todos os dias para ficarmos sozinhos. Se aplicarmos a solidão como um exercício, veremos os resultados positivos em pouco tempo. Por exemplo, tente tirar um tempo apenas para você todas as manhãs. Quando estamos sozinhos, é mais provável termos novas ideias e criações. Um exemplo claro disso são os artistas que se isolam para escrever, criar, compor, entre outras coisas.

Muitos famosos são conhecidos por ficarem sozinhos, aproveitando para fazerem suas obras. Em conclusão: a solidão procurada é saudável e permite descobrir quem você é, para você e para os outros.

Nem a tristeza, nem a desilusão.
Nem a incerteza, nem a solidão…

Nada me impedirá de sorrir…
Nem o medo, nem a depressão.

Por mais que sofra meu coração…
Nada me impedirá de sonhar…
Nem o desespero nem a descrença.
Muito menos o ódio ou alguma ofensa…
Nada me impedirá de viver…
Mesmo errando e aprendendo.
Tudo me será favorável…

Para que eu possa sempre evoluir.
Preservar, servir, cantar, agradecer.
Perdoar, recomeçar…
Quero viver o dia de hoje.
Como se fosse o primeiro…

Como se fosse o último.
Como se fosse o único…
Quero viver o momento de agora.
Como se ainda fosse cedo.
Como se nunca fosse tarde…
Quero manter o otimismo.
Conservar o equilíbrio e fortalecer
a minha esperança…

Quero recompor minhas energias.
Para prosperar na minha missão,
e viver alegremente todos os dias…
Quero caminhar na certeza de chegar…
Quero lutar na certeza de vencer…
Quero buscar na certeza de alcançar.
Quero saber esperar para poder realizar,
os ideais do meu ser…

Blandinne