TERAPIA DO RISO – PRISIONEIROS

Um sucesso absoluto há 14 anos!

Algo extraordinário acontece quando ISRAEL LINHARES e sua trupe sobem ao palco. Uma verdadeira TERAPIA mesmo! Posso garantir que é risada do início ao fim, com elevadas chances de tosse e engasgo … de tanto gargalhar!

Nesta nova edição, a novidade são os personagens da Primeira Prisão Unisex do Brasil. Tipos hilários nos fazem esquecer todos os problemas lá fora do teatro. Os espectadores são os novos presidiários e todos são envolvidos na atmosfera da brincadeira sugerida. A interação com a plateia é um dos pontos altos da montagem.

Tudo começa com a divertida Diretora Perséfone, interpretada pelo maravilhoso Israel, que faz toda a magia acontecer! Sua dedicação e talento fazem com que a peça siga sendo aplaudida por tantos anos. Além de um ótimo ator, é uma pessoa de excelente caráter. Merece ser ovacionado!

Os personagens são muito engraçados, estereotipados, mas incríveis. ISRAEL LINHARES, DANIEL LOPES, RÔMULO BELLOTTI E BIA GUEDES são impagáveis! Cada ator brilha com seu talento, sem contracenarem, fazem seus monólogos e tornam cada cena melhor, com sua contribuição. Tipos facilmente reconhecíveis nos chamam atenção e geram identificação com o público, que lota cada apresentação, repetindo a dose, e querendo ver sempre mais e novamente. Uma cena acaba ligando a outra e contando a história dos que por ali passam e cumprem suas penas. No ‘time’ certo que a comédia pede, todos os minutos desta peça são muito bons!

A direção é coletiva, mas quem comanda a Nau é ISRAEL LINHARES, junto de seu parceiro, RICARDO LEAL. Com cenário do querido CORÉIA SANTOS, Iluminação precisa de MARCO CARDI e figurinos pontuais de LEILA PORTO, ‘Terapia do Riso – Prisioneiros’ cumpre até além do que promete!

Se rir é o melhor remédio, o bom humor desses atores em cena é capaz de curar ou de pelo menos melhorar a imunidade de qualquer um. Rir e gargalhar faz com que nosso corpo seja reabastecido de Endorfina, e o que todos queremos em dias atuais, é viver momentos de alegria (que transformam e é cientificamente comprovado!), gerando assim os hormônios da felicidade!

Vá ao teatro, divirta-se sem moderação e esqueça a ‘Terapia’ neste dia!

2 COMENTÁRIOS

Responder a Gisela Markenson Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here