Um mundo diante da tela

Desde que a pandemia começou estamos vivendo quase em um mundo paralelo, tentando identificar novos formatos de trabalho, lazer e diversas atividades as quais faziam parte da rotina. Alguns modificaram ações e até tentam não deixar que o espaço para a diversão seja tomado já que as pressões de diversos lugares, inseguranças e medos dominam boa parte dos nossos pensamentos diante do que nunca vivemos antes.

 

Mas para focar em coisa boa vamos passar por um imaginário global com a ideia do drive-in que também se estabeleceu por Goiânia, com o objetivo de ser uma opção para aqueles que curtem filmes e possam assistir do conforto de seus automóveis. Estabelecido no estacionamento do estádio Serra Dourada, ele possui programação não somente para cinema, mas também de teatro. Como o foco aqui são os filmes, quem quiser aproveitar a oportunidade que havia sido perdida em março onde não poderíamos nos deslocar para os lugares porque estavam fechados, o Drive Gyn como é chamado possui até um Drive-Thru de pipoca, bebidas e bombonière.

 

Lembrando que a oportunidade seria um convite a dois (um date), com amigos ou família. E que ainda as regras do “todos contra o coronavírus” ainda continuam. O uso da máscara continua obrigatório, aglomerações são proibidas, é preciso lavar as mãos constantemente, manter uma distância segura do outro e o álcool gel sempre na sua visualização. Os preços variam de R$20,00 aR$40,00 e os ingressos precisam ser adquiridos antecipadamente pelo site: www.drivegyn.com.br. O horário de funcionamento é de segunda a domingo, a partir das 17h30 com atualização da programação toda quinta-feira.

 

Para quem gosta da sétima arte e quer refrescar no calor de Goiânia fora de casa é uma boa pedida com os devidos cuidados. A parte de eventos teve que se readaptar assim como nós. Mas não é por isso que deixaremos de encontrar opções para tentar enfrentar este novo “normal” com a segurança que precisa, a seriedade que demanda e com o mundo diante da tela. Para quem não se sente confortável ainda em sair de casa, outra sugestão é ver o filme “O Último Cine Drive-In”, de direção de Iberê Carvalho disponibilizado pela Netflix, que por se tratar de um local de resistência (o que passamos atualmente), conta uma relação familiar e tem o drive-in como cenário da história, como disse o próprio diretor.

 

Podemos continuar com nossas atividades de lazer se soubermos aproveitar as companhias que desde então estiveram e estão conosco, a tela enorme para ver o filme escolhido e ainda apreciar as estrelas que ficam no céu a nos observar. Nem tudo está perdido. Basta encontrar um novo olhar porque os antigos já estão viciados, aproveitar o início da sessão que inclusive é recomendada para duas pessoas por carro porque permite uma melhor visibilidade e depois comentar a experiência.